Segunda-feira, 20 de Maio de 2024



Economia Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008, 08:01 - A | A

Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008, 08h:01 - A | A

Supermercadistas analisam proposta de empregados

Da redação (LM)

Donos de supermercados e empregados não chegaram a um acordo salarial na reunião de ontem à noite entre as duas classes. O Sindicato dos Supermercadistas de Mato Grosso do Sul pediu um prazo para analisar a contraproposta dos comerciários que foi de 7,5% de reajuste salarial e um piso de R$ 520,00. Patrões e empregados voltam a se reunir no próximo dia 25 às 16 horas na sede do Sindicato dos Comerciários de Campo Grande.

O presidente do Sindicato dos Comerciários, Idelmar da Mota Lima lamentou não fechar hoje a Convenção Coletiva de Trabalho 2008/09 em sua 11ª reunião buscando um entendimento. “nossos comerciários estão apreensivos com essa demora. Eles demonstraram isso na nossa assembléia geral que realizamos na terça-feira”, comentou.

Participaram da negociação. pelo Sindicato laboral as seguintes pessoas: Idelmar da Mota Lima - presidente e Nelson Benitez, - diretores, Alci de Souza Araújo, Tais Ribeiro Zamarrenho e Raphaela Silva Modeneis Reis- assessores jurídicos e pelo Sindicato patronal: Luiz Tadeu Gaedicke - presidente do Sindicato do ComercioVarejista de Campo Grande, Betania P. Vaideman (Extra Hiper), Eliane Cardoso (Carrefour), Edelberto Camacho (Sindisuper), Carlos Amaro (Wal-Mart), Marcos Tasso (Atacadão), Adriano Ferreira de Souza (Atacadão), Francisco Rodrigues (Mercado Mister Junior), Sérgio Murilo A. Freitas (Grupo Pão de Açucar) e Marcio de Souza (Carrefour). (Assessoria)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS