Campo Grande 00:00:00 Quinta-feira, 18 de Julho de 2024


Polícia Sábado, 22 de Junho de 2024, 15:34 - A | A

Sábado, 22 de Junho de 2024, 15h:34 - A | A

Investigação

SIG prende homem por tentativa de homicídio

Vítima foi encontrada em um terreno

Elaine Oliveira
Capital News

A SIG (Seção de Investigação Geral) e do NRI (Núcleo Regional de Inteligência) de Três Lagoas prenderam em flagrante um homem, de 38 anos de idade, pela prática do crime de homicídio qualificado, na forma tentada.

Logo após o crime ocorrido na noite anterior, quando a vítima foi esfaqueada e encontrada jogada em um terreno no Bairro Guanabara, os investigadores iniciaram diligências, e na manhã seguinte, tiveram acesso a imagens de câmeras de segurança, visualizando o momento em que a vítima foi capturada e agredida fisicamente, sendo arrastada para dentro de um veículo. Segundo as informações da Polícia Civil várias pessoas estavam envolvidas na ação.

Durante o trabalho investigativo, a Polícia Civil recebeu uma denúncia sobre um possível envolvido. Uma equipe foi até a residência dele, porém, foi informada que o homem havia viajado na madrugada.

Na continuidade das diligências, mais um envolvido foi identificado e localizado. Ele confessou o crime e apontou os demais participantes.

O homem foi conduzido para a sede da SIG de Três Lagoas, onde foi autuado em flagrante delito pela prática do crime de tentativa de homicídio qualificado pelo motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima.

Já os demais indivíduos foram identificados e também serão responsabilizados. As investigações continuam para completa elucidação dos fatos. Se condenados, os envolvidos poderão receber uma pena máxima de até 30 anos de reclusão.

Serviço
A SIG de Três Lagoas/MS solicita a colaboração e apoio de toda população três-lagoense, com informações sobre a prática de crimes e localização de indivíduos foragidos da Justiça, sendo que as denúncias poderão ser realizadas através dos telefones (67) 3929-1173 ou (67) 99226-8210 (WhatsApp). O sigilo e anonimato são assegurados.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS