Campo Grande/MS, Domingo, 15 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Quarta-Feira, 04 de Dezembro de 2019, 18h:12
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Grávida pode tomar whey protein?

Por Pérola Cattini

Da coluna Bem-Estar
Artigo de responsabilidade do autor

Suplemento rico em proteínas pode complementar o aporte proteico diário das gestantes, mas é importante consultar um médico antes

Divulgação

ColunaBem-Estar

A gravidez costuma ser um período de grande alegria e mudanças na vida de muitas pessoas que se preparam para a chegada de um novo membro na família. No entanto, esse também é um momento que pede atenção especial em diversos aspectos, inclusive em relação à alimentação da mulher. Isso porque o corpo sofre diversas transformações e o estado nutricional é fundamental para o bom e saudável desenvolvimento do bebê.

Portanto, é importante atentar-se para quais tipos de comidas, bebidas, medicamentos e suplementos podem ser consumidos durante todo o período de gestação, para que contribuam para essas necessidades nutricionais e, consequentemente, para a saúde da mãe e do bebê.

Com destaque no universo fitness nos últimos anos, o whey protein também adentrou no universo da maternidade, gerando algumas dúvidas sobre a possibilidade de ser ingerido durante a gravidez.

Ele é um suplemento rico em proteínas, fabricado a partir do soro do leite, resultante da fabricação de queijos por coagulação da caseína. Por isso, pode servir como um aliado para as grávidas que precisam de complemento para suprir as proteínas diárias necessárias. No entanto, o ideal é conversar com um médico ou nutricionista antes de consumir qualquer tipo de suplemento. Assim, o profissional pode adequar a dose necessária e o melhor momento para consumir, equilibrando com a alimentação e as particularidades de cada gestante -- afinal, o que pode ser ideal para uma pode não ser preciso para outra.

As pessoas costumam ser bem receptivas ao uso do whey protein. No entanto, é importante atentar-se à quantidade ingerida, pois, assim como qualquer suplemento ou alimento, quando consumido de maneira exagerada, pode trazer efeitos colaterais. Sendo assim, embora o suplemento possa auxiliar as gestantes, existem alguns pontos que são válidos ressaltar antes de passar a consumir o whey protein.

Por exemplo, caso a gestante seja alérgica ao leite, é recomendado que ela não faça o uso de suplementos que possuem como principal fonte de proteína o soro do leite. Além disso, gestantes que possuem problemas no fígado também devem evitar o uso até consultar um profissional da área da saúde, para falar sobre a possibilidade de incluir na dieta o suplemento.

Portanto, grávidas podem tomar whey protein, desde que conversem com seus médicos e alinhem o consumo de maneira assertiva e equilibrada.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix