Campo Grande 00:00:00 Domingo, 14 de Julho de 2024


Política Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2022, 16:53 - A | A

Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2022, 16h:53 - A | A

Novo Governo

Lula deve anunciar mais ministros após diplomação na segunda-feira

Próxima lista deve ter os nomes da senadora Simone Tebet e da deputada eleita Marina Silva

Rogério Vidmantas
Capital News

Twitter Oficial/PT

Lula

Presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva será diplomado na próxima segunda-feira

Os cinco primeiros ministros do próximo governo já são conhecidos e, nem bem esses nomes foram anunciados pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a especulação pelos próximos já chama atenção. Nesta sexta-feira (9), Lula confirmou os primeiros cinco ministros, mas sem nenhuma surpresa em relação ao que já vinha sendo ventilado.

 

Confirmando o que já se falava, Fernando Haddad, ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, será o ministro da Fazenda, pasta que voltará a ser independente do Ministério do Planejamento e que formam hoje o Ministério da Economia, comandado por Paulo Guedes.

 

A Casa Civil terá como titular Rui Costa, governador da Bahia até dezembro. José Múcio Monteiro, ex-ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e ex-ministro de Relações Institucionais será o ministro da Defesa. O Ministério da Justiça e Segurança Pública terá Flávio Dino, senador eleito pelo Maranhão e ex-governador do estado. O ministro das Relações Exteriores será Mauro Vieira, ex-chanceler e embaixador do Brasil na Croácia.

 

Flávio Dino já indicou o novo nome para a Polícia Federal. Será o delegado Andrei Passos Rodrigues, um dos principais responsáveis pela segurança do presidente eleito durante a campanha.

 

Quem mais?

Esses cinco nomes abriram a lista que deve aumentar na próxima semana. Na segunda-feira (12) acontece a diplomação do presidente e vice eleitos e, no dia seguinte, a montagem do primeiro escalão do Governo deve continuar. 

 

Um dos nomes mais esperados é o da senadora sul-mato-grossense Simone Tebet (MDB). Terceira mais votada no primeiro turno da eleição presidencial, Tebet foi apontada como decisiva na vitória de Lula sobre Jair Bolsonaro no segundo turno. Ela pode ser indicada para o novo Ministério do Desenvolvimento Social.

 

Além dela, a deputada eleita Marina Silva (Rede-SP) deve voltar ao Ministério do Meio Ambiente e o deputado Alexandre Padilha (PT-SP) retornaria ao Ministério de Relações Institucionais.

 

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS