Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 07 de Maio de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 15 de Abril de 2021, 12h:02
Tamanho do texto A - A+

Deputado pede por inclusão escolar ABA para autistas

Antonio Vaz quer inclusão em escolas da rede estadual

Laryssa Maier
Capital News

Divulgação/ Assessoria

Antonio Vaz

Antonio Vaz

Nesta terça-feira (13) o Presidente da Comissão da Saúde, deputado estadual Antonio Vaz (Republicanos), apresentou na sessão remota o Projeto de Lei que dispõe sobre a adoção do sistema de inclusão escolar "ABA" para crianças portadoras de autismo nas escolas da Rede Estadual de Mato Grosso do Sul.

 

"O trabalho com crianças autistas tem por objetivo integrar a criança à comunidade da qual ela faz parte. Para isso, a intervenção é planejada e executada cuidadosamente, abrangendo as atividades das crianças em todos os ambientes frequentados por ela, principalmente, aquele que passa a maior parte do tempo, a escola," explicou o parlamentar. 

 

Se for aprovado a proposta as Redes Estaduais de Ensino receberão o Sistema de Inclusão Escolar baseado na técnica ABA – Análise do Comportamento Aplicada, para crianças e adolescentes diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

 

A criança passa por uma avaliação,  com o intuito de identificar seus pontos fortes e fracos. Com base nessa analise é identificado as dificuldades de aprendizagem, dificuldades emocionais, e dificuldades sociais e de comunicação. Os planos educacionais são particulares para cada criança, garantindo adequação às suas necessidades e às suas preferências.

 

De acordo com a assessoria, são feitos de modo que os objetivos a serem alcançados sejam claros e observáveis, permitindo que os pais acompanhem de perto o sucesso da intervenção. A análise do comportamento tem demonstrado ser possível ensinar qualquer tipo de habilidade para a criança, inclusive o reconhecimento de emoções e o comportamento emocional propriamente dito.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix