Campo Grande Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


Política Quinta-feira, 04 de Dezembro de 2008, 17:40 - A | A

Quinta-feira, 04 de Dezembro de 2008, 17h:40 - A | A

Corte no Orçamento da União pode ultrapassar R$ 8 bilhões

Da redação (LM)

O relator do Orçamento Geral da União de 2009, senador Delcídio Amaral (PT-MS), afirmou ontem que o corte na proposta que levará para votação deve ficar acima dos R$ 8 bilhões inicialmente previstos. O motivo alegado por Amaral é o agravamento dos efeitos da crise financeira internacional no Brasil.

O valor refere-se à perda de receita da União que foi estimada pelo Executivo em novembro, quando a crise ainda estava desembarcando no País.

Segundo o deputado, a prioridade ao realizar os cortes será preservar os recursos para investimentos. "Nesse momento, o Brasil precisa investir", disse Amaral.

As afirmações do senador foram feitas após a Vale do Rio Doce anunciar a demissão de 1.300 demissões. A reestruturação do quadro de funcionários, conforme anunciou a empresa, também é conseqüência da crise financeira internacional.

"A situação vai piorar lá para março", afirmou o deputado, que também disse estar mantendo contato permanente com empresários para conhecer de perto o impacto da crise na economia real.

Amaral afirmou ainda que o governo deve realizar um grande contingenciamento no orçamento de 2009, decretado todo ano em fevereiro.

Em outubro, o relator do Orçamento já havia sinalizado que faria cortes de até 20% no custeio da máquina do governo federal no ano que vem como alternativa para o país enfrentar a crise econômica internacional. (Agência Brasil)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS