Campo Grande Segunda-feira, 24 de Junho de 2024




Esporte Terça-feira, 28 de Maio de 2024, 19:15 - A | A

Terça-feira, 28 de Maio de 2024, 19h:15 - A | A

Novo rumo

“Não sou presidente” afirma Petrallas sobre a intervenção na Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul

Cezário ficará afastado por 90 dias

Layane Costa
Capital News

A. Ramos/Capital News

Coletiva FFMS

Estevão Antônio Petrallas ao lado do seu advogado Rafael Meireles

Após o anúncio do afastamento por 90 dias do presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), Francisco Cezário por envolvimento em um esquema milionário de desvio de verbas, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou como interventor o vice-presidente Estevão Antônio Petrallas.

Nesta terça-feira (28), Petrallas ao lado do seu advogado Rafael Meireles, firmou seu compromisso com o futebol sul-mato-grossense, mas afirmou não ser presidente da FFMS, apenas interventor.

"Quero que me deem a chance de mostrar o meu trabalho, não sou presidente, estou interinamente convocado para poder continuar a ação do futebol e mudar o ritmo disso. Não tenho dificuldade de assumir e trabalhar, sou muito dedicado e aplicado no que eu faço", destacou Petrallas.

A. Ramos/Capital News

Coletiva FFMS

Advogado de Petrallas, Dr. Rafael Meireles

O advogado destacou sobre a escolha de Petrallas para intervenção. “O sistema de desporto possui várias normas de sistema interna e justamente por uma dessas normas de controle interno da Confederação Brasileira de Futebol que foi possível a nomeação de Estevão como administrador provisório. Tudo foi feito dentro da legislação esportiva, a CBF instituiu a portaria acompanhada de um memorando jurídico”, esclareceu Rafael.

Ainda, o interventor falou sobre a sua ida à CBF na última segunda-feira (26). "Quando entrei na sala do presidente Ednaldo, eu disse: 'se o senhor precisa de um soldado, o senhor encontrou um, não vou correr dessa missão, eu vou encarar, agora eu preciso que o senhor entenda que é um grande momento para o Mato Grosso do Sul mudar", contou Petrallas.

Para o interventor, o resultado da Operação Cartão Vermelho, que decretou a prisão do presidente Cezário sob suspeita de corrupção, foi lamentável e enfraqueceu o futebol. “Muito triste, não esperávamos em momento algum acontecer da forma que aconteceu, houve um descontrole e cada um vai responder perante a justiça, isso infelizmente enfraqueceu o produto”, ressaltou.

• Saiba mais sobre a operação “Cartão Vermelho”

Rafael reforça que Petrallas está apto para assumir a intervenção. "O interventor hoje é legítimo para assumir suas funções completamente. Todos os passos foram seguidos conforme a legislação desportivas", esclareceu.

Comente esta notícia

José 29/05/2024

Um presidente de federação é eleito junto com sua chapa, ou seja, ele não foi eleito sozinho, para que tenha lisura e transparência tem que afastar toda diretoria e convocar nova eleição, se for o caso.

positivo
0
negativo
0

Gerson Domingos 29/05/2024

O Sr Estevão não conseguiu colocar a situação do operário em dia, perguntou-me qual a situação do clube do operário hoje, consegue tirar a certidão ( nada consta hoje) , porque o dinheiro não vai para conta dos clubes hj, ele sempre fez parte do operário, torcedor, concelheiro e ex. Presidente e também faz parte da federação e ela chegou nesta situação por erro também dele com ex presidente de clube é da diretoria da federação, agora que pedir oportunidade. Está de brincadeira com o nosso futebol. Por isso eu como torcedor do operário e faço parte dos trabalhos na área do esporte, digo não está indicação da CBF, os clubes que paga taxa federação MS e CBF e torcedores tem que ser respeitado. Me colocou a disposição.

positivo
2
negativo
2

Maria do Carmo maciel 28/05/2024

Temos o melhor para cuida do nosso futebol de mato grosso do Sul

positivo
2
negativo
1

3 comentários

1 de 1

Reportagem Especial LEIA MAIS