Campo Grande Quinta-feira, 23 de Maio de 2024



Economia Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008, 12:43 - A | A

Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008, 12h:43 - A | A

Comissão de Orçamento reduz previsão de crescimento para 3,5% em 2009

Da Redação

A Comissão de Orçamento aprovou nesta quinta-feira (11) o relatório de receitas do deputado Jorge Khoury (DEM-BA) reduzindo a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para o próximo ano para 3,5%. A expectativa do governo é de crescimento de 4%, mas os parlamentares optaram por trabalhar o Orçamento com um cenário mais pessimista, como já havia adiantado o relator, senador Delcídio Amaral (PT-MS).

Para Khoury, o cenário de crescimento de 4%, proposto pelo governo, é muito otimista. “Resolvemos adotar o índice de crescimento da economia de 3,5% por julgarmos que ele melhor espelha a realidade futura e se aproxima da idéia dos agentes econômicos”, afirma Khoury, para justificar a redução.

A previsão de crescimento menor fez com que a expectativa de arrecadação da União também seja reduzida.Segundo Delcídio, ele terá de fazer cortes de cerca de R$ 10,6 bilhões em relação aos números com que a Comissão vinha trabalhando. Em relação à proposta inicial do governo, o volume das receitas foi reduzido em R$ 2,7 bilhões.

Além do crescimento menor, a queda do preço internacional do petróleo também terá forte impacto no Orçamento. De acordo com o relatório de Khoury, o Brasil receberá no próximo ano R$ 5,5 milhões a menos em royalties do que havia sido previsto inicialmente. Os estados e municípios também serão afetados. O volume que será destinado a transferências da União deve cair R$ 3,3 bilhões em relação ao previsto. (Fonte: Agênica Estado)
.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS