Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 07 de Maio de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 08 de Setembro de 2016, 13h:13
Tamanho do texto A - A+

Prefeito afirma que pedido de renúncia de seu vice é troca de concessões e reprova atitude

Ainda em nota pede que a população esteja atenta ao caso

Juliana Brum
Capital News

Deurico/Arquivo Capital News

Alcides Bernal e Gilmar Olarte

Alcides Bernal fala sobre renúncia de seu vice que está preso desde o mês passado

Prefeito Alcides Bernal (PP), declarou através da assessoria no final desta manhã de quinta-feira (8), que considera troca de concessões o pedido de renúncia do vice-prefeito Gilmar Olarte, preso desde o último dia 15 de agosto.

 

 Saiba mais

  Olarte: Defesa admite possibilidade de Delação Premiada, mas foco é liberdade
  Sessão relâmpago anuncia renúncia de Gilmar Olarte ao cargo de vice-prefeito de Campo Grande
  Preso Gilmar Olarte decide em renunciar ao cargo de vice-prefeito da Capital

 

A nota encaminhada diz que Bernal vê o fato com extrema gravidade, pois aparenta ser uma tentativa de obter liberdade em troca de concessões. 

 

“Hoje, com esta renúncia, o sucessor imediato do prefeito é o presidente da Câmara Municipal, que é do PSDB e foi um dos denunciados pelo Ministério Público Estadual à Justiça por corrupção passiva, no crime praticado contra Campo Grande e que foi investigado e constatado pelo Gaeco, tendo como provas, gravações obtidas por meio de escutas autorizadas pelo judiciário” diz Bernal, candidato a reeleição que está no cargo de prefeito por liminar da Justiça.

 

Ainda em nota também comentou que a sociedade esteja alerta sobre estas movimentações e que espera que Olarte faça a delação premiada. Com a quebra de sigilo proporcionada pela Delação todo o esquema para a votação de sua cassação virá à tona.

 

Segue a nota na íntegra repassada pela assessoria de imprensa da prefeitura:

“Sobre a renuncia de Gilmar Olarte, o prefeito Alcides Bernal vê o fato com extrema gravidade, pois aparenta ser uma tentativa de obter liberdade, em troca de concessões.

Hoje, com esta renuncia, o sucessor imediato do prefeito é o presidente da Câmara Municipal, que é do PSDB e foi um dos denunciados pelo Ministério Público Estadual à Justiça por corrupção passiva, no crime praticado contra Campo Grande e que foi investigado e constatado pelo Gaeco, tendo como provas, gravações obtidas por meio de escutas autorizadas pelo judiciário.

O prefeito Alcides Bernal considera que é importante que toda a sociedade esteja alerta para estas movimentações e espera que Olarte faça a delação premiada, como foi divulgado por alguns órgãos de imprensa, contando como foi que quebraram Campo Grande e principalmente quem foram os beneficiados por esse crime, uma vez que há até mesmo informações circulando de que recursos municipais foram utilizados para bancar campanhas eleitorais em 2014”.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix