Campo Grande Segunda-feira, 27 de Maio de 2024


Educação Sexta-feira, 05 de Dezembro de 2008, 07:13 - A | A

Sexta-feira, 05 de Dezembro de 2008, 07h:13 - A | A

Proerd forma mais 400 alunos amanhã na capital

Da Redação (JG)

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) realiza hoje a formatura de 400 alunos da rede municipal que participaram do programa promovido pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio da Polícia Militar do Estado. O evento acontece a partir das 15h na Escola Municipal Nazira Anache, situada no Jardim Anache – saída para Cuiabá - em Campo Grande.

Ainda nesta sexta-feira acontece a formatura de 154 alunos no município de Amambai, 209 em Batayporã e 172 em Naviraí, onde ainda acontece uma segunda formatura no dia 10.

No sábado (6), se formam 123 estudantes em Eldorado; 396 alunos de São Gabriel do Oeste participam da Cerimônia de conclusão de curso na segunda-feira (8). Na terça-feira (9) outra formatura acontece em Campo Grande - na ocasião 525 estudantes recebem o diploma do Proerd na Escola Municipal Adair de Oliveira. No mesmo dia 240 alunos se formam pelo programa em Nioaque.

Dia 10, 58 estudantes de Juti participam da formatura. No dia 11 a solenidade será em Jardim, quando acontece a formatura de 263 alunos. Em Rio Brilhante 267 estudantes se formam no dia 12. Outros três municípios realizam suas formaturas por escolas, sem data definida: Glória de Dourados, com 198 alunos; Fátima do Sul com 26 e Três Lagoas com 723 estudantes. Ao todo o Proerd irá formar, somente neste segundo semestre deste ano, 8.403 alunos de escolas públicas de 18 municípios do Estado.

O curso tem duração de seis meses e entra na grade curricular de ensino dado nas escolas participantes. Para aumentar o número de instrutores do Proerd está programado para a janeiro do próximo ano um curso de formação onde serão ofertadas 30 vagas. Esta será a quinta edição da qualificação no Estado.

O Proerd acontece desde 1997 no Estado e é desenvolvido com crianças da 5ª série do ensino fundamental de escolas estaduais, municipais e particulares; em algumas escolas o programa também é estendido para alunos do 7° ano. Os instrutores são policiais militares que orientam os estudantes sobre males trazidos pelo uso de drogas, estimulando a resistência ao uso destes entorpecentes, com o objetivo de defender a vida, a integridade física e a dignidade.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS