Campo Grande Segunda-feira, 24 de Junho de 2024




Economia Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 18:27 - A | A

Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 18h:27 - A | A

Pesquisa

Dia dos Namorados: Cerca de 65% dos consumidores pretendem presentear os parceiros

Dados são da pesquisa divulgada pelo Procon Municipal

Layane Costa
Capital News

O Procon municipal divulgou uma pesquisa de intenção de compra do Dia dos Namorados em Campo Grande. Ao todo, foram entrevistados 343 consumidores, de 03 a 07 deste mês, questionados sobre os hábitos de consumo e as expectativas em relação à data.

Conforme os dados levantados, a maioria dos entrevistados, sendo 65,6% informaram que pretendem presentear seus parceiros, com destaque para os segmentos de moda, perfumaria e eletrônicos. Ainda, a pesquisa apontou um aumento no interesse por experiências, como jantares românticos e viagens curtas. 35,1%, vão comemorar o Dia dos Namorados em casa. Enquanto, 21,8%,no restaurante;14,1%, no bar; 13,3%, no hotel ou motel;10,1%, no cinema e 5,6% em outro local.

Em relação aos preços dos produtos e serviços, 85,8% dos entrevistados consideram que os presentes e serviços estão mais caros. 80,2% dos consumidores realizarão pesquisa de preço; 15% não farão a pesquisa e cerca de 49,8% dos consumidores afirmam que irão gastar entre R$ 100,00 a R$ 200,00 com o presente; 25,1% irão gastar entre R$200 e R$500.

O Procon Municipal de Campo Grande ressalta a importância de os consumidores ficarem atentos aos seus direitos, verificando a qualidade e a procedência dos produtos, além de comparar preços e condições de pagamento antes de efetuar as compras.

“Conseguimos identificar a importância de realizar uma pesquisa de preço previamente e, sempre que possível, optar por produtos com garantia de qualidade. O Procon continua acompanhando de perto o mercado de consumo na região, garantindo a proteção e a defesa dos direitos dos consumidores. A pesquisa de intenção de compras é mais uma ferramenta importante para orientar os consumidores e contribuir para um relacionamento saudável entre consumidores e fornecedores“, conclui o subsecretário do Procon Municipal de Campo Grande, José Costa Neto.

 

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS