Campo Grande 00:00:00 Sexta-feira, 19 de Julho de 2024


Cultura e Entretenimento Sábado, 15 de Junho de 2024, 14:08 - A | A

Sábado, 15 de Junho de 2024, 14h:08 - A | A

Programação

Grupo Memória Capoeira promove aula de percussão e encontro de educadores

Projeto promove, além da Capoeira, oficinas com materiais recicláveis

Juliana Rezende
Capital News

Divulgação/Acervo Grupo Memória

Grupo Memória Capoeira promove aula de percussão e encontro de educadores

Somente nos primeiros meses do ano, projeto já realizou de oficinas a piqueniques

O Grupo Memória Capoeira realiza, neste mês de junho, por meio do Projeto Capoeira, Cultura e Memória, oficina de percussão e ainda um Encontro de Educadores com a professora de capoeira Pindorama criadora do método “Vem pra Roda Vem Brincar”. Na programação para o mês ainda está incluído o Cine Memória, com classificação livre, e a 8ª Troca de Graduação Escola de Capoeira Grupo Memória.

A sede do grupo fica na Rua Barão de Campinas, 1944, Jardim das Mansões. Somente nos cinco primeiros meses do ano o projeto já realizou o Cine Memória, Workshop sabão sustentável com artesão, oficina de trançagem de caxixi com garrafas pet, oficina de Capoeira Angola Mestre Denilson, de São Paulo, primeiro Piquenique Brincantes, entre outras diversas atividades.

O Projeto

O projeto "Capoeira, Cultura e Memória", idealizado pela professora e capoeirista Priscila Coutinho, do grupo Memória Capoeira está em plena atividade em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e traz uma proposta inovadora que combina práticas de capoeira, preservação da memória cultural e sustentabilidade. Com diversas oficinas e eventos programados ao longo do ano, o projeto visa engajar a comunidade, promover a inclusão social e fortalecer o conhecimento cultural entre crianças, jovens e adultos.

Divulgação/Acervo Grupo Memória

Grupo Memória Capoeira promove aula de percussão e encontro de educadores

Professora e capoeirista Priscila Coutinho, do grupo Memória Capoeira

Priscila Coutinho, a professora e proponente do projeto, compartilha sua motivação e visão para a iniciativa: "Quando conquistei a corda preta, comecei a ministrar aulas de capoeira na minha comunidade. Vi na capoeira não apenas uma luta ou jogo, mas uma ferramenta pedagógica rica, capaz de romper barreiras e limitações, agregando benefícios físicos, sociais, psicológicos e cognitivos. Através do método 'Vem pra Roda, Vem Brincar', buscamos resgatar movimentos naturais e promover o desenvolvimento integral das crianças, num contexto lúdico e inclusivo."

A capoeira, segundo Priscila, é um território laico e inclusivo, que celebra a diversidade e promove o respeito mútuo. "A capoeira é puramente inclusiva. Todos são iguais, se cumprimentam no início e no fim do jogo, e essa interação é fundamental. Nosso objetivo é desmistificar preconceitos e mostrar que a capoeira pode ser uma grande brincadeira educativa e transformadora," explica Priscila.

História
A trajetória do Grupo Memória Capoeira em Campo Grande teve início em 2015 e desde então desenvolve um trabalho que integra o ensino da capoeira com outras áreas de conhecimentos, como o esporte, cultura, arte e a música dentre outras vertentes. Realiza curso de formação continuada de capoeira, oficinas, encontros, eventos e est e mês haverá a 8° edição de Troca de Graduação.

Atualmente o grupo é composto por 25 integrantes e possui um repertório que se destaca pela diversidade composto por roda de capoeira tradicional, a expressão da dança do Maculelê, a encenação da “Puxada de rede” - manifestação tradicional e popular do folclore brasileiro nas aberturas das rodas de capoeira -, dando uma característica artística diferenciada das demais rodas.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS