Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 07 de Maio de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 08h:05
Tamanho do texto A - A+

Morre o lendário coronel Adib Massad em Campo Grande

Ex-militar deixa um legado de honradez e dedicação, conforme o governador do Estado Reinaldo Azambuja

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/Portal MS

Morre o lendário coronel Adib Massad em Campo Grande

Coronel Abid Massad

Morreu nesta quarta-feira (03), o lendário coronel da reserva Adib Massad, aos 91 anos. ele estava internado no Hospital da Unimed, em Campo Grande. Ele deixa a esposa, Constantina, com quem era casado há mais de 60 anos e sete filhos.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB)lamentou sua morte, afirmando que o ex-militar deixa um legado de honradez e dedicação ao bem-estar da sociedade, a quem sempre serviu.“Foi um exemplo como militar e como cidadão”, disse Azambuja.

Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, amigo pessoal e de quem o coronel Adib foi chefe no GOF, também lamentou a grande perda. "Foi exemplo de homem e profissional, honrou a farda, a carreira e revolucionou a segurança pública, colocando ordem e devolvendo a paz para a região de fronteira. O Coronel Adib deixa seu nome cravado na história e, como legado nos deixa o Departamento de Operações de Fronteira, DOF, que hoje tem reconhecimento nacional e até internacional no combate aos crimes transfronteiriços", disse Videira.

De poucas palavras, reservado, comedido, humilde e de caráter inabalável, conforem a assessoria, o Coronel Adib marcou sua trajetória policial pela coragem, determinação, disciplina e liderança. Para seus subordinados, foi mais além: um homem enérgico, porém justo, e operacional.

História
Conforme a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp/MS) o Coronel delegado regional em Dourados e delegado de Roubos e Furtos em Cuiabá. Em 1966, comandou o 1º Batalhão da Polícia Militar de Campo Grande e, em 1975, a 4ª Companhia da Polícia Militar em Ponta Porã. Foi titular da delegacia especializada na área de tóxicos, entorpecentes e crimes contra o patrimônio, entre 1979/1980.

Depois de chefiar o Estado Maior da PM com a patente de coronel, em 1987, ganhou notoriedade nacional ao comandar o GOE (Grupo de Operações Especiais) e o GOF (Grupo de Operações de Fronteira, entre 1988/1995.

Integrado por policiais militares e civis, O GOF ficou conhecido como a “Águia da Fronteira”. Em 1993, a sociedade organizada e Dourados, em homenagem ao Coronel Dib e seus comandados, espalhou outdoors pela cidade com os seguintes dizeres: “nas garras desta águia repousa a tranquilidade”.

Ao deixar a corporação, Adib Massad foi eleito vereador no município com uma votação histórica, em 1996, um reconhecimento público ao trabalho que desempenhou no combate ao narcotráfico, descaminho e roubos de veículos, que era frequente na época.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix