Campo Grande 00:00:00 Domingo, 14 de Julho de 2024


Política Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2022, 17:55 - A | A

Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2022, 17h:55 - A | A

Novo Governo

Lula deve anunciar Haddad, Dino e outros dois ministros nesta sexta-feira

Presidente eleito decidiu adiantar os primeiros nomes, antes esperados para semana que vem

Rogério Vidmantas
Capital News

Antonio Cruz/Agência Brasil

Lula

Presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva ao lado da presidente do PT, Gleisi Hoffmann

Os primeiros nomes de ministros do futuro governo devem ser conhecidos nesta sexta-feira (9). O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), teria decidido anunciar quatro ministros que já estão com a situação definida. A princípio, isso seria feito na próxima semana, após a diplomação de Lula pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), marcada para segunda-feira (12), mas foi adiantado alguns dias. A informação é do UOL.

 

Os novos ministros devem ser Fernando Haddad (PT), ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, na Fazenda, com o desmembramento do Ministério da Economia; José Múcio, ex-ministro do TCU (Tribunal de Contas da União), na Defesa; Flávio Dino (PSB-MA), senador eleito, na Justiça, desmembrada de Segurança Pública; Rui Costa (PT), governador da Bahia, na Casa Civil.

 

A expectativa era que o primeiro bloco de nomes fosse anunciado na próxima terça (13). "Mas ele [Lula] acha que tem muita especulação, muita coisa. Então, aquilo que ele já tem certeza, que está certo, ele está querendo divulgar amanhã [sexta-feira]", explicou Gleisi Hoffmann, presidente do PT.

 

O indício de que esses nomes serão anunciados ganhou força com o agendamento de entrevista coletiva do presidente eleito na sede do gabinete de transição, no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) de Brasília. 

 

Outros nomes

Embora esses quatro nomes estejam praticamente certos, faltando apenas o anúncio, outros estão muito perto de serem confirmados, entre eles a senadora sul-mato-grossense Simone Tebet (MDB), apontada como decisiva na vitória de Lula sobre Jair Bolsonaro no segundo turno. Ela pode ser indicada para o novo Ministério do Desenvolvimento Social. 

 

Além dela, o ex-chanceler Mauro Vieira deve voltar ao Itamaraty; a deputada eleita Marina Silva (Rede-SP) volta ao Ministério do Meio Ambiente e o deputado Alexandre Padilha (PT-SP) retorna ao Ministério de Relações Institucionais.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS