Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 11h:54
Tamanho do texto A - A+

Fiems apoia campanha “Candidato corrupto não merece chegar lá”

Com objetivo de ter eleições municipais limpas e o fim da compra de votos

Laryssa Maier
Capital News

Divulgação/ Assessoria

Fiems apoia campanha “Candidato corrupto não merece chegar lá”

Reunião realizada nesta segunda-feira (28), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS)

A Fiems irá apoiar o MPE (Ministério Público Estadual) na campanha “Candidato corrupto não merece chegar lá”, que defende eleições municipais limpas e o fim da compra de votos. A participação foi acertada durante reunião realizada na segunda-feira (28), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), entre o presidente da Fiems, Sérgio Longen, e o procurador-geral de Justiça do Estado, Alexandre Magno Magno Benites de Lacerda.

 

Segundo Sérgio Longen, é somente por meio da democracia e da escolha de bons representantes que é possível melhorar o cenário brasileiro em todos os aspectos, sejam eles na saúde, educação, esporte e geração de empregos. “Tudo isso passa pelas eleições e, muitas vezes, as pessoas não conseguem visualizar que as escolhas de agora irão impactar em todas essas áreas”, afirmou.

 

Ele ainda ressaltou que é fundamental analisar bem o perfil dos candidatos a prefeito e a vereador porque são eles que irão administrar o município e elaborar as leis. “Além de ter isso em mente na hora de votar, precisamos virar a página de compra de votos no Brasil e esse trabalho de conscientização da população desenvolvido pelo Ministério Público, que tem a Fiems como parceira, é fundamental”, completou.

 

De acordo com assessofria, na avaliação de Alexandre Magno, a Fiems é uma importante parceira do MPE desde 2012 no combate à corrupção eleitoral. “A cada dois anos, lançamos uma campanha para conscientizar a população dos malefícios de fazer uma escolha viciada por meio de algo negativo para a sociedade porque o político eleito pelo sistema viciado irá praticar corrupção. Então, essa campanha é essencial para mostrar que a população não deve aceitar compra de votos e denuncie essa prática”, ressaltou.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix