Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 15 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 02 de Abril de 2015, 15h:00
Tamanho do texto A - A+

Dilma atinge 64% de rejeição

Kemila Pellin
Capital News

Divulgação

Dilma

A popularidade da presidente é a menor desde Collor

O governo Dilma atinge o maior índice de rejeição dos últimos 13 anos, com 64% dos entrevistados pelo Ibope, julgando com ruim ou péssima a atuação da presidente. A aprovação foi de apenas 12%. É uma queda de quase 30 pontos, em relação à pesquisa anterior do instituto, que em dezembro apontava 40% de aprovação para a gestão da petista.

 

A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e realizada entre os dias 21 e 25 de março, ouvindo 2.002 pessoas em 142 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Ainda segundo o Ibope, 23% julgam o governo “regular” e 1% não respondeu a pesquisa.

 

Pesquisa Ibope:

 
- Ótimo/bom: 12%
- Regular: 23%
- Ruim/péssimo: 64%
- Não sabe/não respondeu: 1%

 

Pesquisa DataFolha:

 

O Datafolha também divulgou pesquisa para saber a popularidade da presidente no dia 18 de março. Segundo o instituto, o índice de rejeição era 62%, que ainda segundo o instituto, representa a mais alta taxa de reprovação de um presidente da República desde setembro de 1992, véspera do impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello. Na ocasião, pouco antes de ser afastado do Palácio do Planalto, a reprovação de Collor era de 68%.

 

Pesquisa Datafolha:

 

 - Ótimo/bom: 13%
- Regular: 24%
- Ruim/péssimo: 62%

 

A pesquisa do Datafolha entrevistou 2.842 eleitores logo após as manifestações do dia 15 de março, que levaram milhares de pessoas às ruas do país para protestar contra Dilma e pedir o fim da corrupção no país. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix