Campo Grande 00:00:00 Domingo, 14 de Julho de 2024


Política Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2022, 08:56 - A | A

Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2022, 08h:56 - A | A

Senado

Deputados e Senadores aprovam PEC da Transição em sua maioria

Apenas dois deputados federais da base do Bolsonaro foram contrários

Juliana Fernandes
Capital News

Edilson Rodrigues/Agência Senado

Rodrigo Pacheco Senado

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal

A PEC da Transição foi votada e aprovada na noite de ontem (22), no Senado e a bancada do Estado apoiou a votação em peso.

 

No senado a senadora Soraya Thronicke (União), Simone Tebet (MDB) e o senador Nelsinho Trad (PSB), votaram a favor e na Câmara Federal apenas a senadora eleita, Tereza Cristina e o deputado federal Luiz Ovando (PP), votaram contra.

 

Veja como votou os deputados estaduais votaram:

Votaram SIM: Beto Pereira (PSDB), Rose Modesto, Dagoberto Nogueira (PSDB), Fábio Trad (PSD), Loester Trutis (PL), Rose Modesto (União) e Vander Loubet (PT). Com destaque ao Loester Truttis, aliado do presidente Bolsonaro que aprovou o teto.

 

Apenas Tereza Cristina e Ovando foram contrários.

 

Fruto de um acordo entre lideranças partidárias e representantes do governo eleito, a mudança constitucional permite ao novo governo deixar o valor de R$ 145 bilhões do Orçamento de 2023 de fora do teto de gastos. Esses recursos são para bancar despesas como o Bolsa Família, o Auxílio Gás e a Farmácia Popular.

 

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou que era “com imenso júbilo” que dirigia a sessão de promulgação da emenda. Ele destacou os acordos entre Câmara, Senado e representantes do governo eleito para permitir os recursos fora do teto, com destinação para programas sociais. Pacheco ainda exaltou o faltou de a tramitação ter levado apenas 23 dias entre a apresentação da proposta e a promulgação da emenda.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS