Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 15 de Abril de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Terça-Feira, 16 de Agosto de 2016, 09h:53
Tamanho do texto A - A+

Andréia Olarte passa mal na prisão e recebe médico da família

Registro a candidatura à vereadora foi impossibilidade de ser feito pelo PROS

Juliana Brum
Capital News

Deurico/Arquivo Capital News

Gilmar e Andréia Olarte

Gilmar e Andréia Olarte foram presos na manhã de ontem por investigação da GAECO

 

Ex- primeira dama da Capital, Andréia Olarte foi presa manhã de ontem (15), da Capital durante a operação Petúnia do GAECO ( Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime) e precisa de atendimento médico após passar mal na prisão da Capital.

 

Ela, seu esposo Gilmar Olarte (PROS), o empresário Evandro Simões Farinelli e o corretor Ivamil Rodrigues de Almeida foram levados por volta das 6h para a DENAR (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), em Campo Grande.

 

A autorização para que ela deixasse a cela da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), em Campo Grande, foi dada pelo desembargador do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Júlio Roberto Siqueira Cardoso, após ela passar mal por volta das 18h30 com vômitos, pressão alta. O vereador e médico amigo da familia, Jamal Salem examinou Andréia.

 

Seu registrado a candidatura à vereadora foi impossibilidade de ser feito pelo PROS, devido a prisão. Ela pretendia concorrer a uma vaga de vereadora na Capital.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix