Campo Grande 00:00:00 Sexta-feira, 19 de Julho de 2024


Executivo Terça-feira, 09 de Julho de 2024, 17:11 - A | A

Terça-feira, 09 de Julho de 2024, 17h:11 - A | A

Dourados

Alan Guedes assina contrato com Infraero para gestão do Aeroporto de Dourados

Obras de revitalização e adequação estão na fase final, mas retorno das operações depende de aval da Anac

Rogério Vidmantas
Capital News

Divulgação

Alan Guedes

Alan Guedes visitou sede da Infraero em Brasília, nesta terça-feira

O Aeroporto Regional de Dourados será mais um entre outros 27 pelo país que são administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Nesta terça-feira (9), o prefeito de Dourados, Alan Guedes, assinou contrato para que a gestão do aeroporto, assim que voltar a operar, seja feita pelo órgão.

A expertise da Infraero em gestão aeroportuária foi o principal motivo que levou a Prefeitura de Dourados, até então responsável pelo terminal, a repassar a gestão. "Toda a parte operacional, a pista, o pátio, o raio-X, o canal de inspeção, a sala de embarque, o desembarque, a parte de limpeza, tudo isso a partir de agora fica a cargo da Infraero, que é uma empresa que tem muita experiência nisso. O próximo passo é a homologação da pista, assim que o Exército concluir a entrega para o SAC [Secretaria Nacional de Aviação Civil] e para a Prefeitura, para que possamos homologar. A Infraero já está trabalhando com a gente nesse processo, para diminuirmos todo o tempo possível para que, o quanto antes, os aviões voltem a subir e descer em Dourados, que é o que todos nós esperamos", explicou Alan Guedes.

Obras de Revitalização e Adequação

O Aeroporto Regional de Dourados está passando por obras de revitalização e adequação, que estão na fase final. No entanto, a entrega oficial ainda não foi feita pela Engenharia do Exército Brasileiro, responsável pelos trabalhos. Apesar disso, a documentação do processo de homologação está sendo inserida no sistema para análise dos órgãos de controle.

“Ainda não temos uma data para a reabertura do aeroporto, já que o retorno das operações depende do aval da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e do Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), após esse processo de análise. Então, no que for de competência da Prefeitura de Dourados, estamos nos adiantando para que, quando a entrega oficial aconteça, esses trâmites estejam encaminhados”, explica Mariana de Souza Neto, diretora-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS