Campo Grande Segunda-feira, 27 de Maio de 2024


Meio Ambiente Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008, 11:21 - A | A

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008, 11h:21 - A | A

Viaja Mais Melhor Idade deve aumentar vendas em 2009

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Operadores e fornecedores do Viaja Mais Melhor Idade (VMMI) estiveram reunidos no 30º Encontro Comercial da Braztoa, em São Paulo (SP), para discutir a formatação dos produtos do programa para 2009. A expectativa é de que o próximo ano seja ainda melhor que 2008. “Prevemos um aumento nas vendas para 2009, e começamos a sentir que a procura por estes pacotes já começou”, conta Walter Zaidan, operador de turismo da capital paulista. 

O VMMI foi lançado em 2007 e, na época, vendeu 9 mil pacotes, superando a previsão de 7 mil. Na segunda etapa, que teve início em fevereiro de 2008, foram vendidos mais de 180 mil pacotes até outubro. A expectativa é chegar a 190 mil até dezembro. 

“Notamos uma evolução da primeira para a segunda etapa do programa, devido à preocupação de se aperfeiçoar ainda mais a oferta de serviços para atender as demandas do público da melhor idade”, explica Rogério Monteiro, que trabalha na área comercial de uma agência de viagens de São Paulo (SP). 

“Temos a expectativa que 2009 será ainda melhor, principalmente se o câmbio se mantiver no nível atual, o que favorece as viagens internas”, diz a diretora de outra operadora turística. Segundo ela, é possível notar que houve um amadurecimento por parte dos fornecedores, que passaram a oferecer opções diferenciadas, voltadas para a melhor idade. 

Talmir Duarte da Silva, proprietário de uma pousada em Florianópolis, conta que quando recebe grupos da melhor idade procura sempre oferecer atividades de lazer específicas e prestar atendimento diferenciado. Isso, segundo ele, resultou na melhor baixa temporada dos últimos 16 anos. “E esperamos que o próximo ano seja ainda melhor, pelo menos estamos trabalhando para isso”, conta. (ASCOM)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS