Campo Grande Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


Economia Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008, 17:54 - A | A

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008, 17h:54 - A | A

Bovespa amarga queda de 4,93%; dólar avança para R$ 2,46

Da Redação (JG)

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) deve emendar seu quinto dia de perdas, com os investidores descontando nos preços das ações o feriado de ontem do mercado financeiro. Na quinta-feira, a Bolsa de Nova York desceu para seu menor nível em cinco anos, o que leva a ajustes no mercado brasileiro, em que pelo menos um terço dos investidores estão categoria de "estrangeiros". O câmbio dispara R$ 2,46.

O termômetro da Bolsa, o Ibovespa, recua 4,93%, para os 31.756 pontos. O giro financeiro é de R$ 2,58 bilhões. Nos EUA, a Bolsa de Nova York sobe 0,62%, recuperando parcialmente a forte queda de 5,5% registrada na jornada de ontem.

O dólar comercial é cotado a R$ 2,464 na venda, em forte alta de 3,1% sobre a cotação de ontem. A taxa de risco-país marca 539 pontos, número 3,40% abaixo da pontuação anterior.

A semana foi carregada de notícias bastante negativas para a economia global. O Japão se juntou a Alemanha e outras importantes economias européias e reconheceu que caiu em recessão a partir do terceiro trimestre deste ano. Nos EUA, país aonde se originou a crise financeira, as notícias não foram melhores: as montadoras estão em situação pré-falimentar e pedem ajuda para o governo, o que deixa o mercado devido à importância do setor automobilístico para a economia americana.

Entre as principais notícias do dia, a Petrobras anunciou hoje que a perfuração de dois novos poços na camada do pré-sal no litoral do Espírito Santo comprovou uma "expressiva descoberta" de petróleo do tipo leve (de melhor qualidade) na área chamada de Parque das Baleias, na parte norte da Bacia de Campos. A petrolífera estima as reservas descobertas entre 1,5 e 2 bilhões de barris de óleo equivalente. A ação preferencial da petrolífera desaba 7,72%.

O mercado também repercute a notícia sobre a aquisição do banco estadual Nossa Caixa pelo Banco do Brasil, pela quantia de R$ 5,38 bilhões. A ação da Nossa Caixa valoriza 23,19%%, enquanto o ativo do BB retrocede 11,18%. (Folha On Line)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS