Campo Grande Sábado, 18 de Maio de 2024



Cotidiano Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008, 17:41 - A | A

Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008, 17h:41 - A | A

Mãe de bebê que morreu acusa creche de negligência

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Raquel Rodrigues, mãe de Bianca Vitória Rodrigues, de apenas 4 meses, acusou a direção do Centro de Reforço Pedacinho de Gente em Campo Grande de negligência em entrevista à equipe do MS Record. “Estou com o coração apertado e só quero que a escola pague, porque isso para mim é negligência”, disse a mãe. A criança morreu na creche na tarde desta terça-feira depois de ter se engasgado com leite.

De acordo com a mãe, as duas crianças, Bianca e Bruna, que são gêmeas, foram matriculadas na última segunda-feira. Ontem, segundo ela, deixou as crianças por volta de 7h30 e quando retornou às 12h30, para amamentar as duas crianças na creche, foi informada de que uma delas, Bianca, havia sido encaminhada para a Santa Casa de Campo Grande. “A única coisa que eles falavam na escola é de que a minha filha tinha passado mal. Já lá no hospital o médico que atendeu ela gorfou com leite e acabou expirando, indo tudo para dentro do pulmãozinho dela. Ele também falou que ela já chegou morta. Eles disseram que até tentaram reanimá-la, mas não conseguiram”, disse Raquel.

A mãe de Bianca acredita que ela tenha sido amamentada e colocada para dormir, vindo a arrotar e se afogar com o leite. “Quando a proprietária da creche chegou no hospital, ela estava nervosa e não queria saber da minha filha, mas saber se eu estava brava com ela e se iria colocá-la na justiça”, declarou.

Raquel ainda relatou que foi recomendada por várias outras mães que deixavam as crianças no local, mas que via condições precárias. “Acho que foi negligência. Acho que essa creche esteja funcionando inclusive de forma clandestina, porque vi crianças dormindo dentro de carrinhos, em salas com a luz apagada”, finalizou.

De acordo com a assessoria do hospital, a criança deu entrada o início da tarde e foi detectada que a criança chegou morta ao hospital. O corpo da menina foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e liberado ontem mesmo. Bianca foi sepultada na manhã desta quarta-feira no Cemitério do Cruzeiro na Capital.

A mãe da criança registrou boletim de ocorrência e o caso foi encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS