Campo Grande/MS, Domingo, 19 de Janeiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Terça-Feira, 14 de Janeiro de 2020, 12h:36
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Governo deve fazer novo ajuste do mínimo

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Ilustração

ColunaMarcoEusébio

Governo avalia que se não fizer o ajuste conforme a inflação de 2019, isso será feito pelo Congresso

O governo deve elevar o salário mínimo de 2020 para garantir a recomposição da inflação do ano passado que fechou acima do previsto por causa do aumento nos preços da carne. Conforme o Estadão, o governo avalia que se não fizer o ajuste, isso será feito pelo Congresso após o recesso, gerando desgaste para o Planalto. A meta também é evitar que os mais pobres tenham um reajuste menor, pois para aposentadorias e pensões acima de um salário mínimo o percentual foi de 4,48%, maior que a correção dos segurados do INSS que ganham um salário mínimo (4,1%). O mínimo de 2020 foi fixado em R$ 1.039, com alta de 4,1%, abaixo do Índice Nacional de Preços ao Mercado (INPC) de 2019, de 4,48%, que serve de base para a correção. Se for dado esse mesmo índice, o valor subirá para R$ 1.042,71. O custo adicional aos cofres públicos deve ficar entre R$ 2 bilhões e R$ 3 bilhões. Indagado por jornalistas ao sair do Alvorada hoje, Bolsonaro disse que vai se reunir à tarde com o ministro Paulo Guedes (Economia) para tratar do assunto, informa O Globo. "Acho que tem brecha para a gente atender. Porque a inflação de dezembro foi atípica, né, por causa do preço da carne", afirmou.

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix