Campo Grande Quinta-feira, 23 de Maio de 2024



Política Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008, 14:52 - A | A

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008, 14h:52 - A | A

Lula: governo trabalha com crescimento de 4% em 2009

Da Redação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que governo e equipe econômica trabalham com um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2009. "O Brasil vai continuar crescendo naturalmente, não os 6% ou 7% como eu gostaria, mas podemos crescer 4% e o governo e a equipe econômica vão trabalhar com essa perspectiva."

Antes de fazer essa afirmação, em palestra no segundo encontro empresarial Brasil-União Européia, o presidente Lula admitiu que "se houvesse um concurso para eleger o homem mais otimista do mundo, eu estaria entre eles. No Brasil sou criticado porque acham que eu deveria chorar a crise, mas, sou o maior estimulador do crescimento, peço para comprar, exportar, porque isso que faz tocar a economia".

Lula, que participou do encontro no Rio de Janeiro ao lado do presidente da França, Nicolas Sarkozy, disse que o governo vai manter todos os investimentos previstos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). "Nenhum projeto do governo será paralisado", disse o presidente, que garantiu também que o Brasil sairá mais forte do que encontrou na crise.

O presidente brasileiro fez também novas críticas às especulações financeiras, que, segundo ele, foram responsáveis pela atual crise mundial. "A crise é resultado de uma especulação desavergonhada", afirmou Lula. Ele acrescentou que "tenho convicção e certeza de que finalmente chegou a hora da política".

Para Lula, esse é o momento de "rediscutir o papel do estado na economia". O presidente observou ainda que "não quero cercear a liberdade de ninguém, mas, não posso socializar os prejuízos quando não socializei os lucros, é preciso assumir as responsabilidade", disse ele ao referir-se mais uma vez às especulações de mercado. (Fonte: Agênica Estado)
.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS