Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 03 de Dezembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quarta-Feira, 20 de Outubro de 2021, 16h:43
Tamanho do texto A - A+

Motorista de transporte escolar é acusado de estupro de vulnerável

Suspeito se aproximava das vítimas com com elogios e cantadas, sempre de forma escondida

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/PCMS

Motorista de transporte escolar é acusado de estupro de vulnerável

Delegacia de Anaurilândia

Motorista de transporte escolar foi preso nesta quarta-feira (20) suspeito de estupro de vulnerável, em Anaurilândia. O homem de 39 anos é investigado por se aproveitar da condição de motorista de ônibus escolar para se aproximar e abusar sexualmente de adolescentes no município.

 

O investigado teria, desde que começou a realizar o transporte escolar de alunos do município, se aproximado de uma das alunas, uma adolescente de 12 anos, inicialmente com elogios e cantadas, sempre de forma escondida e aproveitando-se do contato que a condição de motorista de transporte escolar lhe proporcionava para iniciar o contato com a vítima. 

 

De acordo com a Polícia Civil, na manhã do dia 29 de setembro, após realizar o transporte dos alunos, o suspeito teria impedido a adolescente de 12 anos de descer do veículo e entrar na escola, momento em que a teria levado para os arredores da escola e, dentro do ônibus, teria obrigado a adolescente a manter com ele relações sexuais. O abuso foi confirmado por meio de laudos periciais e psicológicos produzidos durante as investigações.

 

Ainda, conforme apurado preliminarmente, as investigações ainda apontam que o investigado poderia estar se utilizando do mesmo modus operandi para se aproximar de outras alunas do transporte escolar, o que evidencia o risco gerado para os alunos que estavam sendo transportados. 

 

Durante as investigações, o delegado Robson Ferraz Gonçalves, responsável pelo caso, representou pela prisão preventiva do investigado, que foi decretada pelo Poder Judiciário e cumprida na manhã de hoje.

 

O investigado foi preso e indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, cuja pena varia de 8 a 15 anos de prisão. Após o interrogatório, o preso foi transferido para o estabelecimento prisional onde ficará à disposição da Justiça. A prisão foi realizada por Policiais Civis de Anaurilândia com apoio da Delegacia de Atendimento à Mulher de Bataguassu.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix