Campo Grande Quarta-feira, 22 de Maio de 2024



Interior Terça-feira, 09 de Dezembro de 2008, 19:03 - A | A

Terça-feira, 09 de Dezembro de 2008, 19h:03 - A | A

Comércio de Dourados aposta na venda de doces e chocolates no Natal

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Um Natal coberto de guloseimas e recheado de criatividade são o que prometem centenas de confeiteiras que já arregaçam as mangas para produzirem alimentos em forma de símbolos natalinos. O chocolate, é o que está presente na maioria das receitas. Há muito tempo o produto deixou de ser artigo apenas da Páscoa e conquistou espaço no Natal, gerando renda e empregos temporários.

A dona-de-casa Vanessa de Souza, casada, aposta nas vendas do produto para aumentar a renda familiar. Conforme ela, o faturamento chega a 70%. Ela produz bombons, Papai Noel de chocolate e revende em mercados e mercearias próximos ao bairro em que reside. Há quatro anos a idéia vem dando certo e gerando inclusive, renda para outras pessoas que ajudam a vender os produtos nesta época. A confeiteira observa que o Natal é a segunda maior época do consumo de chocolate e que o papai noel é o preferido entre as crianças. O preço dos produtos varia entre R$ 2,50 a R$ 11.

Para a confeiteira de um supermercado de Dourados, Elza Barbosa, o Natal vai dobrar a venda de panetones, que custam a partir de R$ 2,99. Os bolos confeitados, que vão para a mesa durante a ceia saem por R$ 10,99 o quilo.

Empresas do centro de Dourados também estão apostando nas vendas do alimento neste Natal. Transformados em legítimos objetos de desejo do consumidor, os produtos chegam a ficar, até mesmo, escassos pela acelerada procura. “Os clientes anteciparam as compras, que começou no início do mês passado. Para se ter uma idéia, de várias caixas de panetone, só restou uma”, afirma Mara Lígia, proprietária de uma loja que revende produtos a base de chocolate.

Além dos modelos, formas e cores diversas, os enfeites natalinos também variam bastante quanto aos preços. O panetone de 500 gramas com frutas cristalizadas está custando R$ 10,90.

A empresária calcula um aumento de 70% na procura e garante que os trabalhos estão sendo redobrados para atender a demanda. Produtos diversificados estão sendo confeccionados para atrair a clientela com criatividade. Pirulitos, celulares, chuteras, bolas, ferramentas, chuteiras de futebol, buquês, e mensagens, tudo a base de chocolate é sucesso entre as crianças. No mundo adulto, os chocolates diets são opções para quem não pode consumir açúcar.

O destaque deste ano está sendo o Panetone de chocolate. "Ele está presente em todas as cestas de natal. A primeira pergunta que os consumidores fazem é se tem o produto, que é um forte símbolo da época", acrescenta a vendedora lembrando que para presentear um ente querido não é preciso gastar os "olhos da cara". (Dourados Agora)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS