Campo Grande Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


Economia Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008, 09:15 - A | A

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008, 09h:15 - A | A

Copa 2014: Brasil pode faturar bilhões

Da redação (LM)

A escolha do Brasil para sede da Copa do Mundo de Futebol em 2014 traz perspectivas ótimas para o turismo e o esporte nacionais, mas também sérios desafios para sua efetiva viabilização.

Só em transporte, o Ministério do Turismo prevê necessidade de investimento de R$38,51 bilhões. Unicamente em São Paulo, R$ 15,3 bilhões para construir metrô e corredores de ônibus. No Rio de Janeiro, o investimentos terá de ser R$ 5,05 bilhões em metrô e corredores de ônibus. Isto inclui acesso aos aeroportos de Viracopos, Cumbica e Galeão. Além disso, 80% dos principais estádios brasileiros, candidatos a sediarem a competição, necessitam de reformas estruturais, já que a maioria foi construída entre as décadas de 50 e 70.

Para discutir esta questão, no dia 25 de novembro será realizado o X Congresso Brasileiro da Atividade Turística – Cbratur 2008, no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, ocasião em que parlamentares, empresários, gestores públicos, e profissionais ligados ao turismo e esporte debaterão as oportunidades de desenvolvimento setorial e os desafios da organização/realização da Copa do Mundo de Futebol, programada para o Brasil em 2014.

Promovido pela Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado e pela Frentes Parlamentares do Turismo e do Esporte, o X CBRATUR debaterá o desenvolvimento da atividade turística nacional em bases sustentáveis e apresentará o documento "Contribuições da Cadeia Produtiva do Turismo para a Organização da Copa do Mundo no Brasil, em 2014", produzido pela Câmara Brasileira do Turismo da CNC, órgão colegiado que reúne 21 entidades associativas e empresariais ligados ao trade turístico nacional. (Mercado e Eventos)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS