Campo Grande Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


Economia Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008, 09:50 - A | A

Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008, 09h:50 - A | A

Antecipação do 13º da Câmara injeta R$ 1 mi na economia

Da redação (LM)

A Câmara Municipal de Campo Grande pagará o 13º salário de seus funcionários nesta quarta-feira, dia 10 de dezembro, injetando cerca de um milhão de reais na economia do município já que, tradicionalmente, o pico de compras no comércio com vistas ao Natal se dá entre os dias 10 e 20 de dezembro. “Trata-se de um acordo firmado entre eu e o presidente da Federação das Indústrias do Mato Grosso do Sul (Fiems), Sérgio Longen, no intuito de incrementar as vendas no comércio campo-grandense neste fim de ano”, afirmou o presidente do legislativo municipal, e vice-prefeito eleito, vereador Edil Albuquerque (PMDB).

A perspectiva de que o 13º do funcionalismo da Câmara ajude o incremento das vendas de Natal é fortalecida pelo o estudo preparado por acadêmicos de Administração da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), cujos resultados apontam que a maioria dos consumidores campo-grandenses prefere pagar suas compras em dinheiro nesse Natal. Segundo a pesquisa, apenas 9% dos consumidores quer utilizar os crediários das lojas e apenas 1% planeja recorrer ao cheque pré-datado.

O estudo revela, ainda, que 42% dos campo-grandenses vão ao comércio com dinheiro no bolso, outros 11% usarão seus cartões de débito, enquanto 25% apelarão para o cartão de crédito na hora de comprar os presentes de final de ano.

A atitude da Câmara segue a tendência do executivo estadual. O governador André Puccinelli (PMDB) anunciou semana passada que os servidores do Estado terão o 13º liberado em uma cota única no dia 12, sexta-feira dessa semana, a pedido dos empresários que integram o Comitê de Monitoramento da Crise, colegiado encabeçado pela Fiems.

A Prefeitura de Campo Grande ainda não divulgou a data do pagamento do 13º de seus funcionários, mas o prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) luta para que isso ocorra até o dia 15. (Câmara Online)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS