Campo Grande Segunda-feira, 27 de Maio de 2024


Cultura e Entretenimento Sexta-feira, 05 de Dezembro de 2008, 19:14 - A | A

Sexta-feira, 05 de Dezembro de 2008, 19h:14 - A | A

Rafinha Bastos se apresenta em Campo Grande trazendo \"A Arte do Insulto\"

Jefferson Gonçalves - Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

A ator,jornalista e apresentador do programa CQC (Custe o Que Custar) Rafinha Bastos, apresenta em Campo Grande o monólogo “A Arte do Insulto” (Stand-up Comedy). O espetáculo acontece neste sábado (6), às 21h30, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, com classificação indicada para maiores de 14 anos. As entradas podem ser adquiridas no Ingresso Fácil, no Shopping Campo Grande.

Na peça, Rafinha satiriza assuntos do dia-a-dia, falando também da vida doméstica, as diversas neuroses urbanas, a pena de morte, a eutanásia e religiosidade. O espetáculo não tem um personagem, trata-se do próprio ator desenvolvendo as piadas, o que é conhecido no Brasil como espetáculo de “cara limpa”.

Stand-Up Comedy

O Stand-Up Comedy é a modalidade onde o artista se apresenta de pé, sozinho no palco, sem o auxílio de maquiagem, figurinos e truques sonoros ou cenográficos - tem se tornado cada vez mais popular entre os brasileiros. O estilo ficou popularizado através de apresentações de va´rios humorístas como: Jerry Seinfeld, Ray Romano, Richard Pryor, Whoopy Goldberg, Bill Cosby, Billy Crystal e Eddie Murphy.

Rafinha Bastos apresenta o espetáculo desde 2004, mas já possui um vasto currículo no ramo do humor. O ator e jornalista é um dos fundadores do bem-sucedido Clube da Comédia, espetáculo de stand-up comedy que reúne, na capital paulista, humoristas como Marcelo Mansfield, Danilo Gentili, Oscar Filho e Marcela Leal.O jornalista também foi um dos pioneiros a divulgar seus vídeos humorísticos através da internet, nos anos 90. Rafinha Bastos também é responsável pelo quadro "Proteste Já" do CQC. No quadro, o humorista - com base em denúncias - questiona órgãos públicos, políticos e empresas sobre os problemas que afligem a população. Água poluída, acessibilidade e merenda superfaturada já foram alguns temas explorados pelo Proteste Já.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS