Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 27 de Junho de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 24 de Maio de 2022, 14h:07
Tamanho do texto A - A+

MS precisa qualificar quase 140 mil trabalhadores industriais até 2025

No país a demanda é de quase 10 milhões

Iury de Oliveira
Capital News

Divulgação/Fiems

MS precisa qualificar quase 140 mil trabalhadores industriais até 2025

Profissional da industria

Mato Grosso do Sul vai precisar qualificar 137,5 mil pessoas em ocupações industriais até 2025.  Desses,  26,8 mil em formação inicial – para repor inativos e preencher novas vagas – e 110,6 mil em formação continuada, para trabalhadores que devem se atualizar.

 

Com isso, 80% da necessidade de formação nos próximos quatro anos serão em aperfeiçoamento.

 

O mercado de trabalho passa por uma transformação, provocada principalmente pelo uso de novas tecnologias e mudanças na cadeia produtiva; e, cada vez mais, o Brasil precisará investir em aperfeiçoamento e requalificação para que os profissionais estejam atualizados.

 

Em todo o país, a demanda é de 9,6 milhões de trabalhadores qualificados. Os dados e a avaliação são do Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, estudo realizado pelo Observatório Nacional da Indústria para identificar demandas futuras por mão de obra e orientar a formação profissional de base industrial no país.

 

A demanda por formação no estado por nível de qualificação será de:

MS precisa qualificar quase 140 mil trabalhadores industriais até 2025

Tabela 1

 

Em volume, ainda prevalecem as ocupações de nível de qualificação, que respondem por 74% do emprego industrial no Brasil hoje. Contudo, chama atenção o crescimento das ocupações de nível técnico e superior, que deve seguir como uma tendência. Isso ocorre por conta das mudanças organizacionais e tecnológicas, que fazem com que as empresas busquem profissionais de maior nível de formação. 

 

As áreas com maior demanda por formação são: Transversais, Metalmecânica, Logística e Transporte, Alimentos e Bebidas, e Construção. As ocupações transversais são aquelas que permitem ao profissional atuar em diferentes áreas, como técnico em Segurança do Trabalho, técnico de Apoio em Pesquisa e Desenvolvimento e profissionais da Metrologia, por exemplo.

 

Estudo avalia estimativas e cenário político, econômico, tecnológico e de emprego

 

A principal instituição formadora em ocupações industriais no país é o Senai. Para subsidiar a oferta de cursos, em sintonia com as demandas por mão de obra do setor produtivo, o Observatório Nacional da Indústria desenvolveu a metodologia do Mapa do Trabalho Industrial, referência no Brasil. O estudo é uma projeção do emprego setorial que considera o contexto econômico, político e tecnológico. Um dos diferenciais é a projeção da demanda por formação a partir do emprego estimado para os próximos anos.

 

Para esse cálculo, são levadas em conta as estimativas das taxas de difusão das novas tecnologias nas empresas e das mudanças organizacionais nas cadeias produtivas, que orientam o cálculo da demanda por aperfeiçoamento, e uma análise da trajetória ocupacional dos trabalhadores no mercado de trabalho formal, que subsidiam o cálculo da formação inicial. Um trabalho de inteligência de dados e prospectiva que deve subsidiar ações e políticas de emprego e educação profissional.

 

O estudo agrupa as ocupações industriais em 25 áreas. Abaixo, as que mais precisarão formar até 2025:

MS precisa qualificar quase 140 mil trabalhadores industriais até 2025

Tabela 2

 

Abaixo, as ocupações com maior demanda por formação, agrupadas por nível de qualificação: superior, técnico, qualificação mais de 200 horas e qualificação menos de 200 horas: 

MS precisa qualificar quase 140 mil trabalhadores industriais até 2025

Tabela 3

MS precisa qualificar quase 140 mil trabalhadores industriais até 2025

Tabela 4

MS precisa qualificar quase 140 mil trabalhadores industriais até 2025

Tabela 5

MS precisa qualificar quase 140 mil trabalhadores industriais até 2025

Tabela 6

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix