Campo Grande Sábado, 18 de Maio de 2024



Cotidiano Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008, 16:58 - A | A

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008, 16h:58 - A | A

Ford lança EcoSport com motor 2.0 flex

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Produto ícone da Ford no Brasil, o EcoSport ganha motor 2.0 Flex Duratec, um propulsor de alumínio bicombustível, desenvolvido com foco na redução do consumo. A versão de entrada do utilitário esportivo, a XLT FreeStyle, chega pelo preço de R$ 58.900. Segundo a gerente de produto da Ford do Brasil, Adriana Carradori, os preços das versões 2.0 (manual, automática e 4WD) foram reposicionados com o lançamento e ficaram de R$ 1 mil a R$ 2 mil mais baratos.

"Quisemos facilitar para o consumidor migrar de produto dentro da própria linha EcoSport", afirma Adriana sobre a estratégia de vendas. O preço de entrada sugerido pela Ford para a versão 2.0 Flex automática é de R$ 60.900 e para a 4WD de R$ 61.900. Os veículos chegam às concessionárias nesta semana.

Embora tenha características mecânicas diferentes, o EcoSport tem como principais concorrentes VW Crossfox, Idea Adventure, Mitsubishi Pajero TR4, Chevrolet Tracker, Kia Sportage e Hyundai Tucson.

Para o presidente da Ford do Brasil e Mercosul, Marcos de Oliveira, lançar o novo motor neste período turbulento de crise é importante para a marca não perder participação no mercado. "Sabemos que a única maneira de ter sucesso é ter produtos desejados pelo consumidor", observa o executivo.

Devido à desaceleração do mercado em função da restrição de crédito no país, a Ford espera que as vendas do EcoSport mantenham a média de 3.800 a 4.000 unidades por mês, com a novidade. "Esperamos que o mix dentro da linha EcoSport do motor 2.0 passe de 18% para 30%", ressalta Adriana Carradori.

Focus terá versão flex

A Ford equipará outros produtos da marca com o novo motor 2.0, entre eles,o novo Focus, que deverá ganhar a versão flex no segundo semestre de 2009. Segundo a Ford, o veículo foi lançado um ano antes – para se equiparar ao lançamento na Europa – e, por isso só é vendido na versão a gasolina.

De acordo com o responsável pelo desenvolvimento de produtos da Ford, Alexandre Monte Alto, a "demora" corresponde ao tempo de adaptação do novo motor para o Focus.

Motor

O novo propulsor bicombustível foi desenvolvido com bloco, cabeçote e mancais de alumínio, com 16 válvulas. Abastecido com gasolina, a potência máxima é de 141 cv a 6.000 rpm e o torque de 187 Nm a 4.250 rpm. Com álcool, a potência chega a 145 cv a 6.000 rpm e o torque a 191 Nm a 4.250 rpm.

Segundo a Ford, o consumo da versão manual é de 10,7 km/l (gasolina) e 7 km/l (álcool) na cidade. Já na estrada, o gasto com combustível é de 14 km/l (gasolina) e 9,2 km/l (álcool). Já a versão automática na cidade tem consumo de 9,5 km/l (g) e 6,5 km/l (a) e, na estrada, de 13 km/l (g) e 8,8 km/l (a). (Fonte: G1)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS