Campo Grande/MS, Domingo, 26 de Janeiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 15 de Dezembro de 2019, 11h:09
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Dagoberto é alvo de protesto contra aumento do fundo eleitoral: vídeo

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Reprodução de vídeo

ColunaMarcoEusébio

Rapaz grita para Dagoberto: 'Dinheiro público da educação e da saúde para campanha de políticos'

Único parlamentar de Mato Grosso do Sul que integra a Comissão Mista de Orçamento do Congresso, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS) virou alvo de protesto de um rapaz no Aeroporto de Campo Grande por estar entre os 23 integrantes da comissão que votaram a favor do aumento de recursos do fundo eleitoral para o ano que vem de R$ 2 bilhões para R$ 3,8 bilhões no Orçamento da União, contra apenas cinco que votaram contra na semana passada. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou dia 05 que R$ 500 milhões serão tirados da saúde para financiar campanhas eleitorais de prefeitos e vereadores (leia aqui). Também se fala no Congresso na retirada de dinheiro da educação e da infraestrutura. O relator, Domingos Neto (PSD-CE), nega afirmando que o recurso virá de lucros de estatais com os quais o governo não estava contando. Veja o vídeo enviado por uma leitora.

 

• • • • •

 

Dagoberto fala sobre protesto no aeroporto: 'Esse cara quis aparecer'

Da assessoria

ColunaMarcoEusébio

Dagoberto fala em áudio ao Blog sobre protesto no aeroporto de Campo Grande: 'Esse cara quis aparecer'

Depois de ter sido alvo de um protesto no Aeroporto de Campo Grande por parte de um homem que reclamou do fato de ele ter sido um dos 23 integrantes da Comissão Mista de Orçamento do Congresso que votaram a favor do aumento da verba pública para o Fundo Eleitoral para o ano que vem, de R$ 2 bilhões propostos pelo governo para R$ 3,8 bilhões, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS) enviou áudio aqui ao Blog, em que afirma: "Esse cara quis aparecer. Essa votação no plenário ainda nem ocorreu. Nós devemos votar isso, talvez nessa semana, na quarta ou na quinta-feira, ou no início da semana que vem. Mas ainda não tem nem posição do partido em relação a isso. Lógicamente o PDT não vai concordar em tirar dinheiro da saúde, da educação. Nós somos totalmente contra isso. Lógicamente tendo o fundo eleitoral, é uma coisa boa, porque isso faz com que os deputados não sejam financiados pela JBS, pela Camargo Corrêa, pela Odebrecht, por bancos, porque aí eles têm que se curvar e se venderem aqui no Congresso Nacional. Mas também não é justo que tire dinheiro da educação e da saúde. Tanto é que o relator do Orçamento já disse que não vai tirar dinheiro da saúde e da educação. Senão, nós vamos votar contra isso, tranquilo". Ouça o áudio.

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix