Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 15 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 05 de Junho de 2022, 11h:58
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Reformar para vender? Um gasto pequeno pode trazer um grande lucro

Por Lígia Santiago

Da coluna Casa e Decoração
Artigo de responsabilidade do autor

Pequenas reformas trazem bom retorno, devido à impressão positiva que causam aos interessados

iStock

ColunaCasaEDecoração

Seu imóvel é seu patrimônio! E quando é chegada a hora de vendê-lo, vale muito a pena ter em mente algumas atitudes que podem valorizá-lo na hora de fechar negócio. Foi-se o tempo quando somente uma boa localização era fator determinante sobre a conclusão da venda de um imóvel. Um imóvel pronto para morar, que tenha um bom aspecto de conservação e que entregue segurança, é a pedida básica nos dias de hoje.

Entre essas atitudes que valorizam um imóvel, estão, principalmente, fazer uma reforma ou realizar pequenos reparos. Isso porque sempre existe aquele detalhe que você conhece muito bem, como uma parede com a pintura descascando ou aquela tomada que não funciona tão bem – e que sempre fica para ser resolvido depois –, mas na hora da venda, pode acabar por desvalorizar seu imóvel. Fazer esses consertos pode significar até 30% de valorização e até mesmo uma venda mais rápida. Por isso, é importante levantar o que deve ser feito, colocar na ponta do lápis e entender a relação entre uma boa reforma e um bom retorno financeiro.

Talvez, você já tenha ouvido falar dos house flippers: são pessoas que compram imóveis subvalorizados, executam reformas, e depois revendem esses imóveis a preço de mercado ou até mais. A prática é bem difundida nos Estados Unidos, mas ainda engatinha aqui no Brasil. Segundo Giuliano Milano, presidente da VGV Imóveis, “com o house flipping, é possível conseguir entre 40% e 50% de valorização na venda do imóvel”. Ou seja, a reforma, seja estrutural ou não, é muito importante para a valorização e, consequentemente, para o aumento da procura pelo seu imóvel. No entanto, calcule se o valor a ser despendido na reforma não vai causar mais prejuízo que lucro para você.

Uma boa pintura geralmente já dá uma cara nova para um imóvel. Pintar os cômodos e a fachada é um grande ponto a favor na questão estética. Opte sempre por tons mais neutros, pois estes tendem a agradar mais as pessoas, além de darem sensação de limpeza e amplitude para os ambientes. Tampe furos aparentes de pregos e parafusos com massa corrida e lixe antes de pintar. Para o chão, pisos frios são mais interessantes, pois também passam a sensação de limpeza, se bem conservados. Caso estejam quebrados, faça a substituição. Dê preferência pelos pisos vinílicos ou de porcelanato, caso seja necessária a troca. Se o piso for de madeira, procure fazer um bom polimento nos tacos ou laminados.

Já em um sentido mais estrutural, instalações hidráulicas e elétricas devem ser revistas. É importante que este serviço seja efetuado por pessoas capacitadas, pois envolve riscos à integridade física. Fios expostos devem ser eliminados ou isolados. Caso alguma parede apresente mofo, pode significar infiltração de água causada por um cano furado, por exemplo, ou até coisas mais graves, como uma falha na estrutura da casa. Neste caso, é necessário investigar a causa do problema. Casas antigas tendem a apresentar mais problemas em elétrica e hidráulica. Se for o caso do seu imóvel, redobre a atenção para não ter problemas futuros. Até mesmo uma renovação completa deve ser considerada!

Maçanetas de portas soltas e quebradas devem ser trocadas, assim como vidros, espelhos de tomada, pias, lustres, rodapés, entre outros itens que possam estar em um estado de conservação pior, principalmente na cozinha e no banheiro, pois são os cômodos que causam maior impressão em quem busca uma nova casa. E se colocar a mão na massa é com você, procure por ferramentas elétricas que possam te auxiliar na empreitada.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix