Campo Grande/MS, Terça-Feira, 22 de Janeiro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
2018
Terça-Feira, 01 de Janeiro de 2019, 12h:20
Tamanho do texto A - A+

Lula é preso e condenado há 12 anos e 1 mês em regime fechado

Condenação é referente ao caso Triplex do Guarujá, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva

Flavia Andrade
Capital

Marcello Casal Jr/Agencia Brasil

Lula passa a primeira noite preso em Curitiba

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou na noite deste sábado (7) a Curitiba, onde começou a cumprir a pena

O ano começou turbulento para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após ser condenado em segunda instância por unanimidade pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre. A apelação era contra a condenação a 9 anos e 6 meses de prisão no caso Triplex do Guarujá - aplicada pelo Juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na Primeira Instância da Justiça Federal, em Curitiba (PR). A decisão também aumentou a pena para 12 anos e um mês em regime fechado.

Reprodução

Lula presta novo depoimento à justiça e nega ser dono de sítio em Atibaia

Lula foi interrogado pela juíza Gabriela Hardt, em Curitiba

 

Ao longo do ano de 2018, os advogados de defesa do ex-presidente Lula, representados pelo John Lennon Silvestre de Melo, tentaram por diversas vezes, a aprovação do Habeas Corpus buscando, “a garantia da presunção de inocência e o direito de recorrer da condenação ilegítima que lhe foi imposta sem antecipação de cumprimento de pena”. Foram mais de 260 tentativas de que Lula aguardasse o fim do julgamento em liberdade, porém, nenhuma delas foi acatada por qualquer instância judicial. 

 

Em ano de eleição, o Partido dos Trabalhadores (PT), ao qual o ex-presidente é filiado, realizou diversas divulgações sobre a possibilidade de Luiz Inácio Lula da Silva, concorrer novamente ao cargo de Presidente da República, desconsiderando o fato de que o mesmo se encontrava preso. Líderes e pessoas ligadas ao partido mobilizaram eventos pelo país, na tentativa de “dar voz ao preso”, alegando injustiça e impunidade, tornando a eleição motivo de notícias nos principais jornais do mundo. Porém, a Justiça não autorizou a participação do mesmo, fazendo com que o partido indicasse outro candidato, fazendo de fato valer o “silêncio” do ex-presidente.

 

Após a saída do Juiz Sérgio Moro para assumir o Ministério da Justiça no governo do Presidente Jair Bolsonaro em 2019, Lula continua mantendo a sua postura de “não saber de nada”, desconsiderando os méritos da juíza substituta, Gabriela Hardt,  a qual foi designada para responder pela titularidade plena da 13ª Vara desde a data da exoneração do juiz Sérgio Moro. 

 

O ex-presidente continua preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em uma sala de 15 metros localizada na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

Lula.com.br

Lula é preso e condenado há 12 anos e 1 mês em regime fechado

..

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix