Campo Grande Domingo, 16 de Junho de 2024


Saúde Sexta-feira, 25 de Março de 2022, 17:27 - A | A

Sexta-feira, 25 de Março de 2022, 17h:27 - A | A

Capital

Preço da vacina contra Influenza H3N2 tem variação de até 100% em Campo Grande

Procon pesquisou esse e outros imunizantes referentes à doenças que aumentam casos no outono e inverno

Rogério Vidmantas
Capital News

Divulgação/PMCG

Vacinação em shoppings é retomada na Capital

Procon avisa que vacinas pesquisadas podem ser encontradas gratuitamente na rede pública

Com a chegada do período outono/inverno, aumenta a procura por vacinas que previnem doenças decorrentes desta época do ano, como a influênza H3N2, por exemplo. Aproveitando o gancho, o Procon Municipal de Campo Grande selecionou algumas das vacinas mais procuradas da época para fazer pesquisa de preços. O levantamento foi feito entre os dias 22 e 23 deste mês em seis estabelecimentos da Capital.

 

Os imunizantes escolhidos foram Influênza H3N2, Pneumocócia 13, Meningite ACWY e Miningite B. No caso da Influenza, a variação de preço encontrada foi de exatos 100,22% entre o menor e maior valor. No Laboratório Bioclínico é possível adquirir a vacina por R$ 89,90, enquanto na Clínica Vaccine Care e na Vaccini Clínica de Vacinação o preço é de R$ 180,00.

 

Em seguida, outra variante foi de 64,98% com a vacina Pneumocócica 13, o valor mínimo identificado foi de R$ 237,00 no Laboratório Bioclinico e, o maior de R$ 391,00, na Clínica Vaccine Care.

 

A Vacina de Miningite ACWY apareceu com o menor valor de $350,00, no laboratório Bioclinico, e o maior valor encontrado de $507,00, na clínica Vaccine Care, apresentando uma variação entre eles de 44,86%.

 

A menor variação de preço foi encontrada na vacina Meningite B, exatos 43,38%. O menor preço registrado foi de R$ 551,00 no Laboratório Bioclinico, já o maior R$ 790,00 na Clínica de Vacinas Imunocenter.

 

A pesquisa completa pode ser vista aqui.

 

SUS

 

De acordo com o Procon, antes de procurar a rede privada, o cidadão poderá buscar alguns destes imunizantes na Rede SUS. São os casos da Influência H3N2, Pneumocócica 10 valente, Meningocócica ACWY e Meningocócica C. “Orientamos que o consumidor faça pesquisas antes da compra pois poderão encontrar eventuais promoções nos estabelecimentos e, que também se informe nas unidades de saúde para que possa receber a vacina gratuitamente”, diz o subsecretário do Procon Municipal de Campo Grande, Cleiton Thiago.

 

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS