Sexta-feira, 24 de Maio de 2024


Rural Quinta-feira, 06 de Novembro de 2008, 16:44 - A | A

Quinta-feira, 06 de Novembro de 2008, 16h:44 - A | A

Produção nacional de trigo deve crescer 50% em 2009

Da Redação

Principal ingrediente do “pãozinho”, presente na mesa da maioria dos brasileiros, o trigo é um dos produtos em que o país é mais dependente de importações. Esse cenário, entretanto, pode começar a mudar a partir do próximo ano.

De acordo com o segundo levantamento da safra de grãos 2008/2009 apresentado hoje pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a produção nacional deve crescer 49,6%, atingindo uma colheita de 5,72 milhões de toneladas.

Apesar da contração do crédito intensificada pela crise financeira mundial e a queda do preço de algumas commodities, a Conab explica que os triticultores encontraram, na época do plantio, preços de mercado atraentes e preço mínimo garantido pelo governo federal maior. Por essa conjuntura favorável, a área plantada foi aumentada em 31,4%, principalmente na Região Sul, a principal produtora.

Se os números da Conab forem confirmados ao final da colheita, o país deve passar de uma produção de 37% do que foi consumido internamente durante a safra passada para quase 54% no próximo ciclo.

O consumo interno projetado é de 10,7 milhões de toneladas e o déficit, de cerca de 5 milhões de toneladas, deve ser importado principalmente da Argentina.

Como o país vizinho passa por problemas econômicos e neste ano já deixou de cumprir alguns compromissos em relação ao produto, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, tem demonstrado a intenção de tornar o país auto-suficiente na produção de trigo.

Em abril, o governo lançou o Plano Nacional de Trigo, que definiu o aumento do valor dos financiamentos e do crédito específico para o setor, e, junto com o aumento do preço do produto no mercado mundial, estimulou o acrescimento da área plantada. (Com assessoria da Assomasul)
.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS