Campo Grande Segunda-feira, 24 de Junho de 2024




Reportagem Especial Domingo, 19 de Maio de 2024, 09:52 - A | A

Domingo, 19 de Maio de 2024, 09h:52 - A | A

Reportagem Especial

Maio laranja: campanha visa combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

De janeiro até agora foram registrados 148 casos de estupro de crianças e adolescentes em Campo Grande

Renata Santos Portela
Especial para o Capital News

Projeto Nova Transforma

Maio laranja: campanha visa combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

De janeiro até agora foram registrados 148 casos de estupro de crianças e adolescentes em Campo Grande

“É uma marca para a vida inteira. Eu posso dizer com toda certeza que seria outra pessoa, eu seria mais feliz se isso não tivesse acontecido”, o relato é de uma mulher que teve sua vida marcada pela violência sexual. Aos 38 anos, a Joana (nome fictício) lembra episódios da infância despedaçada.

Lembro-me dele passando a mão nas minhas partes íntimas e introduzindo o dedo em mim

Ela conta que tinha menos de seis anos quando começaram os primeiros abusos. A mãe trabalhava fora e a deixava em casa aos cuidados do tio. O homem brincava, alimentava e dava banho, era nessa hora que ele aproveitava de situação. “Lembro-me dele passando a mão nas minhas partes íntimas e introduzindo o dedo em mim”, recorda.

Aos 10 anos foi morar com uma tia para ajudá-la a cuidar do filho pequeno. Na casa, o marido dela que abusava. “A criança não conta, não adianta. Me lembro que comecei a ter pesadelos, ia para a escola e tinha ataques de pânico, pedia para voltar para a minha mãe”.

Casos de abusos são mais comuns do que se imagina e o número de registros desse tipo de crime é cada vez mais assustador. De acordo com dados da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) de janeiro até agora foram registrados 148 casos de estupro de crianças e adolescentes em Campo Grande, 16 a menos que no ano passado quando foram registrados 164.

Embora tenha ocorrido uma redução, os dados ainda são alarmantes. 18 de maio é o dia nacional de combate ao abuso e a exploração sexual infantil no Brasil, no entanto o tema é discutido durante todo o mês através da campanha Maio Laranja que visa dar visibilidade ao assunto.

Projeto Nova Transforma

Maio laranja: campanha visa combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

Projeto Nova em Campo Grande é um dos locais que atende famílias em situação de vulnerabilidade social

O Projeto Nova transforma em Campo Grande é um dos locais que atende famílias em situação de vulnerabilidade social, de abuso e exploração sexual. Através de atividades socioeducativas, atendimentos psicológicos promove qualidade de vida e autonomia das famílias.

No maio Laranja de 2023 foram realizadas 42 ações com o foco na prevenção ao abuso sexual, mais de 230mil pessoas foram atendidas na modalidade on line e 5.200 presencialmente. O Capital News conversou com a coordenadora do projeto Viviane Vaz para saber quais os principais sinais que as crianças apresentam.

Acervo pessoal

Viviane Vaz

Viviane Vaz, psicanalista

Esses sinais foram divididos em dois o físico e emocionais. Segundo a coordenadora, os físicos são: marcas, dores, IST, gravidez; alterações fecais ou urinarias. As emocionais são sentimento de Culpa; choro sem motivo aparente; mudanças ou oscilações emocionais; medo, raiva, Pânico, ansiedade, baixa Autoestima, autoimagem distorcida; dificuldade de atenção, sentimento de estar suja e pensamentos Suicidas;

Além disso, outros sinais também devem acender o alerta. Entre eles: atitudes sexualizadas com adultos ou criança; condutas auto-agressivas; distúrbios no sono e/ou apetite; comportamento regredido; cobrir excessivamente o corpo; vícios; surgimento de objetos de valor; baixo rendimento escolar.

E como podemos proteger as crianças? Combater esse tipo de crime ainda é um desafio, por isso algumas atitudes são fundamentais por parte da família, entre essas atitudes, o diálogo.

Saiba onde denunciar casos de abuso sexual

Projeto Nova Transforma

Maio laranja: campanha visa combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

Dia 18 de maio é o dia nacional de combate ao abuso e a exploração sexual infantil no Brasil

Polícia Militar - 190: quando a criança está correndo risco imediato
Samu - 192: para pedidos de socorro urgentes
Delegacias especializadas no atendimento de crianças ou de mulheres ou qualquer delegacia de polícia
Disque 100: recebe denúncias de violações de direitos humanos. A denúncia é anônima e pode ser feita por qualquer pessoa
Conselho tutelar: todas as cidades possuem conselhos tutelares. São os conselheiros que vão até a casa denunciada e verificam o caso. Dependendo da situação, já podem chegar com apoio policial e pedir abertura de inquérito.
Profissionais de saúde: médicos, enfermeiros, psicólogos, entre outros, precisam fazer notificação compulsória em casos de suspeita de violência. Essa notificação é encaminhada aos conselhos tutelares e polícia: [email protected]
• WhatsApp do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos: (61) 99656- 5008
• Unidades do Ministério Público

Serviço

Há 12 anos o Nova Transforma é um programa de tratamento para crianças e adolescentes vítimas de violência e exploração sexual e oferece, gratuitamente, assistência nas áreas de psicologia, esporte, educação, arte terapia, culinária e empreendedorismo. Além de conduzir a superação dos traumas e dores emocionais, são oferecidas ações de fortalecimento de vínculos familiares, geração de renda para as mães, cultura e lazer.

• Leia também:
Conscientização sobre abuso sexual se expandiu e atravessou fronteiras de Mato Grosso do Sul | Reportagem Especial

Mais informações podem ser obtidas via Whatsapp, pelo número: (67) 3324-4200, ou no site do projeto: http://projetonova.com. Endereço: Rua Bernardo Franco Baís, 515, na Vila Carvalho. Perfil no Instagram @projetonova.

Projeto NOVA - Institucional - Atendimento a vítimas de abuso sexual

Álbum de fotos

Projeto Nova Transforma

Dia 18 de maio é o dia nacional de combate ao abuso e a exploração sexual infantil no Brasil

Projeto Nova Transforma

Projeto Nova em Campo Grande é um dos locais que atende famílias em situação de vulnerabilidade social

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS