Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 15 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 23 de Abril de 2015, 14h:08
Tamanho do texto A - A+

Sérgio Assis nega envolvimento com rede de exploração sexual

O ex-deputado prestou depoimento nesta quarta-feira na DPCA

Natani Ferreira
Capital News

Deurico/Arquivo Capital News

Sérgio Assis

“É uma armação contra mim. Já tentaram outros tipos de armações e não conseguiram me prejudicar", afirma o ex-deputado

Mencionado por uma adolescente de 15 anos como um dos envolvidos na rede de prostituição descoberta pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), o ex-deputado estadual Sérgio Assis prestou depoimento na tarde desta quarta-feira (22). Segundo Assis, a investigação não passa de uma armação contra ele.


“É uma armação contra mim. Já tentaram outros tipos de armações e não conseguiram me prejudicar. Não só prejudica a mim como destrói minha família também”, afirmou o ex-deputado ao sair da delegacia. Assis tomou conhecimento de que havia sido citado por uma das adolescentes no inquérito através da imprensa. “Ele tomou ciência pela imprensa e foi citado por uma das menores no inquérito, mas não tivemos acesso aos vídeos”, afirma o advogado José Trad.


Além do ex-parlamentar, outros nomes foram citados por envolvimento na rede de prostituição, supostamente integrada pelo proprietário da Revista Altar, Luciano Pageu e Fabiano Viana Otero. Segundo as investigações, Fabiano era responsável por estabelecer contato entre os clientes e as adolescentes, e também mentor do esquema de extorsão contra autoridades que se envolviam com elas. Na casa do acusado foram apreendidos celulares, objetos e cartões de memórias com imagens dos políticos mantendo relações com as meninas. O material era utilizado para coagir os envolvidos.


Na tarde desta quinta-feira o delegado titular da DPCA, Paulo Sérgio de Souza Laureto, fará uma coletiva de imprensa sobre o caso de extorsão envolvendo políticos e ex-políticos do nosso Estado. Espera-se que na ocasião sejam divulgados mais nomes envolvidos no esquema de exploração sexual.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix