Campo Grande 00:00:00 Segunda-feira, 22 de Julho de 2024


Esporte Domingo, 23 de Junho de 2024, 17:31 - A | A

Domingo, 23 de Junho de 2024, 17h:31 - A | A

Lição de Casa Ok

Costa Rica bate Patrocinense e segue na zona de classificação da Série D

Time sul-mato-grossense precisou apenas do primeiro tempo, mascando com Matheus Henrique, João Teixeira e Lopeu

Rogério Vidmantas
Capital News

Reprodução/CREC TV

Costa Rica Patrocinense

Jogadores do CREC comemoram gol de João Teixeira (13), o segundo no Laertão

Lição de casa feita pelo Costa Rica e lugar na zona de classificação na Série D do Campeonato Brasileiro mantido. Neste domingo (23), fechando a décima rodada, o CREC recebeu o lanterna Patrocinense e, sem sustos, venceu por 3 a 0, gols de Matheus Henrique, João Teixeira e Lopeu, todos no primeiro tempo.

Com a vitória, o Costa Rica chega aos 14 pontos e retoma a terceira posição do grupo A7, perdida na última rodada. Nos outros jogos da chave, neste sábado (22), o Santo André-SP venceu a Inter de Limeira-SP por 1 a 0 e fecha rodada na quarta posição, com 14 pontos e uma vitória a menos que o CREC. São José-SP e Água Santa-SP ficaram no 0 a 0 e o Pouso Alegre-MG, em casa, perdeu para o Maringá-PR por 1 a 0, resultados bons para o time sul-mato-grossense.

Gols

No Estádio Laertão, o caminho do gol para o Costa Rica foi pelo alto e com os zagueiros. Aos dez minutos, Baggio cobrou escanteio pela esquerda e Matheus Henrique desviou de cabeça para fazer 1 a 0. Três minutos depois, o placar foi ampliado em um lance igual. Outro escanteio de Baggio pela esquerda e, desta vez, que subiu para marcar foi João Teixeira, mandando no ângulo do goleiro, estático no lance.

Melhor em campo, o CREC continuou criando, mas sem sucesso nas conclusões, até que aos 37 minutos, Felipe Sales invadiu a área do Patrocinense e foi derrubado pelo goleiro. Na cobrança, Salles parou na defesa de Michael, mas no rebote, Lopeu foi mais rápido que a marcação e, de cabeça, mandou para rede, fazendo 3 a 0, placar do primeiro tempo.

Na etapa final, o ritmo do Costa Rica diminuiu e a marcação do adversário também melhorou, não permitindo mais as chances pelo alto. Assim, não chegou mais com tanto perigo e se contentou com o placar do primeiro tempo, garantindo a vitória em casa e lugar no G4.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS