Campo Grande Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


Economia Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008, 14:07 - A | A

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008, 14h:07 - A | A

Bovespa tem forte recuperação em dia positivo

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em forte alta nesta segunda-feira (24), acompanhando o bom humor do mercado internacional e decisões econômicas consideradas positivas pelos investidores.

Principal índice da bolsa paulista, o Ibovespa subia 8,36%, para os 33.862 pontos, por volta das 13h59. O volume financeiro negociado era de R$ 1,6 bilhão neste horário. Entre as principais altas estavam as ações da Petrobras, da Vale e da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Todas subiam mais de 12%.

Citigroup

O mercado segue a tendência positiva já observada pelos mercados europeus nesta segunda. Investidores reagem à notícia de que o governo dos Estados Unidos vai resgatar o Citigroup, banco norte-americano que enfrenta sérias dificuldades com a crise financeira.

Nos EUA, os mercados também refletem o clima positivo e operam com altas significativas. Por volta das 14h (horário de Brasília), o indocador referência para Wall Street, o Dow Jones, exibia alta de 3,64%, enquanto o índice tecnológico Nasdaq subia 3,99% e o indicador ampliado Standard & Poor's tinha valorização de 4,16%. 

A melhora de humor depois de uma semana de perdas bastante acentuadas veio com a intervenção do governo norte-americano no Citigroup, afastando a preocupação com o colapso do gigante financeiro.

Utilizando recursos do plano de US$ 700 bilhões, o governo injetará US$ 20 bilhões no Citi e garantirá bilhões de dólares em ativos de risco que estão na carteira do banco. O resgate foi desenhado pelo Departamento do Tesouro, Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano e pela Federal Deposit Insurance Corp (FDIC, que garante os depósitos bancários). 

EUA

O mercado também repercute o anúncio oficial da equipe econômica do presidente Barack Obama. Na sexta-feira da semana passada, alguns nomes foram apresentados, causando euforia em Wall Street. O presidente do Fed de Nova York, Timothy Geithner, está cotado para assumir o lugar de Henry Paulson como secretário do Tesouro.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS