Campo Grande Quinta-feira, 20 de Junho de 2024




Agronegócio Terça-feira, 28 de Maio de 2024, 10:26 - A | A

Terça-feira, 28 de Maio de 2024, 10h:26 - A | A

UFN3 - Três Lagoas

Magda aposta em fertilizante: “Petrobras não rasgará dinheiro”

Presidente da empresa concedeu primeira entrevista após a posse

Vivianne Nunes
Capital News

Fernando Frazão/Agência Brasil

Magda aposta em fertilizante: “Petrobras não rasgará dinheiro”

 

A nova presidente da Petrobras, Magda Chambriard, destacou nesta segunda-feira (27) a importância do desenvolvimento da indústria nacional de fertilizantes para a empresa. Em sua primeira entrevista após a posse, Chambriard também comentou sobre o contrato com o Grupo Unigel, que está sob questionamento no Tribunal de Contas da União (TCU).

Segundo informações da Agência Brasil, Chambriard diz que o Brasil importa cerca de 80% dos fertilizantes que utiliza, muitos dos quais são nitrogenados produzidos com gás natural, um produto vendido pela Petrobras. “Se a Petrobras tem um produto que faz sentido ser vendido para fazer fertilizante, nós queremos ajudar a desenvolver o mercado”, afirmou.

Chambriard ressaltou que as iniciativas da Petrobras no setor de fertilizantes serão cuidadosamente estudadas e alinhadas com o planejamento estratégico da empresa. “Queremos um mercado estruturado para colocar nosso produto. Não vamos fazer isso a qualquer preço, apenas se for lucrativo. Se for necessário, abaixaremos um pouco o preço do gás para conquistar o mercado, desde que seja vantajoso”, explicou.

O contrato com a Unigel, firmado em dezembro de 2019, envolveu o arrendamento de duas fábricas de fertilizantes em Camaçari (BA) e Laranjeiras (SE), que estavam paralisadas. A Unigel reiniciou a produção, mas interrompeu as operações no ano passado devido à falta de sustentabilidade econômica.

Em abril, a área técnica do TCU solicitou a suspensão do contrato, apontando indícios de irregularidades e um prejuízo estimado de R$ 487,1 milhões em oito meses. A Petrobras busca um acordo para evitar a suspensão e responderá às dúvidas levantadas pelo TCU. Chambriard afirmou que a empresa não desconsiderará a importância do TCU e que demonstrará a viabilidade econômica do negócio. “Ninguém aqui vai rasgar dinheiro”, concluiu.

O contrato com a Unigel é visto como um ponto de partida para desbravar novos mercados, mas a presidente reforçou que o lucro é essencial. O TCU, por sua vez, rejeitou recentemente um pedido para mediar uma solução consensual entre as partes envolvidas. 

Fábrica de Fertilizantes de Três Lagoas (UFN3)

A troca na presidência da Petrobras, Magda Chambriard, engenheira foi nomeada pelo governo Lula, promete novos avanços para volta das obras na Fábrica de Fertilizantes de Três Lagoas (UFN3), um projeto estatal que está paralisado desde 2015. Com Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na presidência desde janeiro do ano passado, há uma expectativa renovada para a retomada das obras, interrompidas quando estavam 80% concluídas. A UFN3 tem capacidade para produzir 3,6 mil toneladas de ureia e 2,2 mil toneladas de amônia por dia.

Divulgação Semadesc

Fábrica UNF3 - Três Lagoas

Fábrica de Unidade de Fertlizantes Nitrogenados III em Três Lagoas (UFN3)

 

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS