Campo Grande Segunda-feira, 17 de Junho de 2024



Cultura e Entretenimento Quinta-feira, 23 de Maio de 2024, 13:58 - A | A

Quinta-feira, 23 de Maio de 2024, 13h:58 - A | A

Escola de Música da UFMS oferece aulas de graça para jovens e crianças

Inscrições são feitas via internet. As aulas terão início dia 6 de junho

Juliana Rezende
Capital News

Divulgação/PMTL

Diretoria de Cultura oferece vagas para aulas de ukulele e violão

Crianças e jovens pode se inscrever até o final deste mês para participarem das aulas gratuitas na UFMS

A Escola de Música da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e o Projeto Coral Infantojuvenil da UFMS abriram processo seletivo para jovens e crianças participarem de aulas gratuitas de instrumentos de sopro e cordas. Podem participar crianças a partir de 10 anos como interesse em fazer aulas de violão, leitura de partituras, canto e também para quem tem nível iniciante ou intermediário em instrumento de sopro e corda. As inscrições devem ser feitas por meio do formulário até o dia 29 de maio. Clique aqui e acesse. As aulas terão início a partir do dia 6 de junho.

“Abrir turmas para jovens que estão excluídos do ensino musical, por algum motivo, e oferecer a experiência de ensino instrumental por dois meses, incluindo leitura de partituras e a execução instrumental é uma oportunidade que a Universidade oferece à comunidade”, comenta o pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte, Marcelo Fernandes.

Ao todo, são oferecidas 90 vagas distribuídas em quatro modalidades instrumentais que vão do nível zero até semiprofissional e o coro de vozes masculinas médias. O preenchimento das vagas será feito por ordem cronológica de matrícula e, para as aulas instrumentais, é necessário possuir o instrumento e trazê-lo.

Crianças a partir de 10 anos interessadas em aprender os primeiros acordes de violão podem se inscrever em uma das turmas de iniciação ao instrumento que inclui leitura de partituras.

As aulas serão realizadas aos sábados pela manhã no prédio do Curso de Música, localizado no setor 3 da Cidade Universitária. Já para os jovens a partir de 12 anos com nível iniciante em leitura musical de clarinetes, flautas, violoncelos e violão podem participar da Camerata Madeiras Dedilhadas. As aulas serão realizadas às quintas-feiras, das 18h às 19h30, no Auditório Luís Felipe de Oliveira.

Para quem já possui experiência e deseja tocar em um conjunto, a Camerata Madeiras Dedilhadas vai selecionar pessoas com nível de leitura musical intermediário a semiprofissional para clarinetes, flautas, fagote, oboé, violoncelos e violões. As aulas serão realizadas às quintas-feiras à noite no mesmo auditório. Além das práticas instrumentais, há vagas para meninos com idade a partir de 12 anos no coro PCIU! Alfa – Barítonos, com aulas às sextas-feiras, das 19h às 20h30.

A regente e coordenadora do PCIU, Ana Gaborim, afirma que as crianças aprendem brincando. “Na primeira fase do ensaio, a gente brinca! Não é só chegar e cantar, elas chegam para o ensaio e brincam. E durante as atividades a gente está fazendo o desenvolvimento rítmico e de socialização, elas brincam em dupla, às vezes em grupo. Depois é feito um desenvolvimento vocal com as crianças, a gente ensina elas a usar a voz sem gritar de uma maneira saudável, trabalhamos a consciência respiratória de uma forma que estimule a audição. A gente faz muito trabalho de conscientização sonora, de buscar e ouvir o silêncio para elas ficarem mais atentas a tudo que as rodeia”, destaca.

Para além dos momentos descontraídos, o coral proporciona o desenvolvimento global dos participantes. “As crianças que estão no coral ficam mais concentradas, gritam menos e estão mais focadas. A gente percebe que a música, em especial o coral, pode desenvolver o raciocínio lógico e a socialização, melhora a postura, a respiração, desenvolve a linguagem e permite que elas se expressem melhor, ficam mais desinibidas”, afirma a coordenadora.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS