Campo Grande 00:00:00 Quinta-feira, 18 de Julho de 2024


Saúde e Bem Estar Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 17:45 - A | A

Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 17h:45 - A | A

Vacina

Campanha acabou, mas vacina contra poliomielite segue das unidades de saúde

Apenas 16% do público-alvo foi vacinado

Elaine Oliveira
Capital News

Todas as 74 unidades de saúde da capital seguem disponibilizando o imunizante contra a poliomielite. A campanha começou no dia 27 de maio e terminou em 14 de junho e vacinou 9.716 crianças com as duas doses do imunizante oral. Isso corresponde a apenas 16% do público-alvo (61.826), segundo a SESAU, secretaria municipal de saúde.

A baixa procura preocupa as autoridades em saúde já que “o país foi considerado de alto risco na reintrodução do vírus da pólio no ano passado”, segundo Veruska Lahdo, chefe da vigilância em saúde da secretaria.

A poliomielite também conhecida como paralisia infantil é contagiosa e causada por um vírus que vive no intestino, a transmissão se dá pelo contato direto com as fezes ou secreções eliminadas pelo corpo.

A doença causa paralisia e costuma atingir os membros inferiores como paralisia de uma das pernas, pé torto, dores nas articulações e músculos da fala e da deglutição.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS