Campo Grande/MS, Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020, 17h:56
Tamanho do texto A - A+

Municípios apresentam melhora nos índices de ocupação e infectados

Atualização apresenta 21 cidades no grau de risco alto e amplia a classificação nos graus tolerável e médio

Flávio Veras
Campo Grande

Municípios apresentam melhora nos índices de ocupação e infectados

 

A atualização do 3º mapa situacional, baseada nos dados de 02 a 08 de agosto, traz um aumento do número de municípios nos graus tolerável e médio (faixas amarelo e laranja), porém mantém uma quantidade considerável (21 cidades) no grau de risco alto (faixa vermelha). Entre as cidades que melhoraram a classificação, está a capital Campo Grande.

 

Segundo o Governo de Mato Grosso do Sul , os resultados da semana demonstram que os cumprimentos das recomendações do Programa implicam diretamente na classificação dos municípios, como destacou o Secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel: 

 

"Se os municípios melhoraram, foi porque enxergaram no Prosseguir alguns indicadores que precisavam ser trabalhados, e esse era o nosso objetivo. Cito como exemplo Campo Grande que melhorou a busca por contatos de casos confirmados, ampliou sua capacidade de testagem, em parceria com o governo estadual, e apresentou uma disponibilidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) satisfatória.  Indicadores  fundamentais para conter o aumento do número de casos que foram decisivos para a mudança de faixa. Mas isso não significa que podemos relaxar: o fato de termos 21 cidades na faixa de risco alto (vermelho) nos deixa em alerta e o desafio é justamente atuarmos nas recomendações para essas cidades”, explicou.

 

Para gerar essa classificação, o programa avalia indicadores municipais relacionados à disponibilidade de leitos de UTI, quantidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), busca por contatos de casos confirmados, redução da mortalidade por Covid-19, disponibilidade de testes, incidência na população indígena, redução de casos entre profissionais da saúde, redução de novos casos, necessidade de expansão de leitos e situação de fronteira com país ou divisa com estado que tenha aumento de casos.

 

Mapa Situacional

 

O mapa situacional das quatro macrorregiões de Saúde (Corumbá, Campo Grande, Três Lagoas e Dourados), referente à 32ª Semana Epidemiológica (de 02 a 08 de agosto), apresenta 10 municípios na faixa de risco tolerável (amarela), 46 municípios no grau médio (bandeira laranja), 21 no grau de risco alto (bandeira vermelha) e dois no grau extremo (bandeira preta). 

 

Sobre o Prosseguir: Programa do Governo Estadual que classifica os municípios em faixas de cores, de acordo com o grau de risco que cada cidade apresenta (de baixo a extremo), traz recomendações de medidas no âmbito da Saúde Pública, de Serviços Públicos e do Social a fim de nortear agentes da sociedade, principalmente entes públicos, a tomarem suas decisões e tornarem suas ações mais eficientes no combate à propagação e aos impactos da Covid-19.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix