Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020, 18h:54
Tamanho do texto A - A+

AstraZeneca, vacina contra o novo coronavírus pode ter 90% de eficácia

A farmacêutica terá 200 milhões de doses da vacina até o final deste ano

Laryssa Maier
Capital News

Agência Brasil

Campanha de vacinação contra gripe terá nova etapa a partir de segunda

Vacina

Nesta segunda-feira (23) a farmacêutica britânica AstraZeneca anunciou que a vacina que o laboratório está desenvolvendo contra o novo coronavírus pode ter 90% de eficácia, sem nenhum efeito colateral grave. A farmacêutica terá 200 milhões de doses da vacina até o final deste ano, com 700 milhões de doses prontas globalmente até o fim do primeiro trimestre de 2021.

 

Desenvolvida pela Universidade de Oxford, atingiu esse percentual na prevenção da doença quando administrada em meia dose e, pelo menos um mês depois, uma dose integral, de acordo com dados do estudo clínico em estágio avançado realizado no Reino Unido e no Brasil. 

 

A americana Pfizer informou na última quarta-feira (18) que os resultados finais do teste de estágio avançado de sua vacina mostram que o imunizante é 95% eficaz, tem todos os dados de segurança exigidos referentes a dois meses e que solicitaria autorização para uso emergencial nos Estados Unidos em alguns dias. Segundo a Pfizer, a eficácia da vacina desenvolvida em parceria com alemã BioNTech foi consistente em dados demográficos de idade e etnia, e que não houve efeitos colaterais importantes. De acordo com a Agência Brasil, a concorrente Moderna divulgou na segunda-feira (16) dados preliminares para sua vacina, mostrando eficácia semelhante.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix