Campo Grande Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


SobreVivi - Vivi para ver Terça-feira, 11 de Julho de 2023, 10:23 - A | A

Terça-feira, 11 de Julho de 2023, 10h:23 - A | A

Coluna SobreVivi - Vivi para ver

Conversa e chuva...

Por Vivianne Nunes

Da coluna SobreVivi - Vivi para ver
Artigo de responsabilidade do autor

Reprodução

 ColunaSobreVivi

..

A chuva caindo vagarosa lá fora. Na sala, dois pufes, duas taças de um vinho bom. “À meia-luz, a sós, à toa”, lembrava Rita Lee tocando baixinho. Muita conversa para colocar em dia, divagações da vida comum.

“As pessoas não fazem mais isso aqui!”, ele observou.

“Isso o que?”, perguntou enquanto se acomodava melhor entre as almofadas e prendia o cabelo em um coque que a deixava ainda mais a vontade e despretensiosa.

“Conversar. Falar sobre a vida. Ponderar. Pensar. Ninguém mais faz isso hoje em dia”, finalizou. Ela riu enquanto enchia a taça, diante daquele olhar curioso dele. “É verdade! ”, estendeu a garrafa para continuar alimentando a conversa.

“As pessoas estão enganadas, iludidas. O celular e as conversas online têm roubado a cena, o calor do momento, os toques inesperados, os sorrisos, os abraços e as conversas perderam a profundidade”, ela continuou.

“Você já reparou que até quando alguém grava uma mensagem de áudio, agora temos a opção de acelerar? E eu aqui, querendo segurar esse momento com as mãos pra não deixar o tempo voar”, foi dizendo enquanto se levantava.

“Ouve a próxima música, me tira pra dançar!”, sugeriu ela, deixando a taça de lado.

“Tem sempre uma brecha entre o silêncio e o som. Aposto que foi nesse intervalo que Deus criou o universo”, respondeu tomando a pela cintura.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS