Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 14 de Junho de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 09 de Maio de 2021, 12h:23
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Conheça mais sobre a arquitetura moderna e suas principais características

Por Letícia Emori

Da coluna Casa e Decoração
Artigo de responsabilidade do autor

Inspirado pelos movimentos que aconteceram depois da revolução industrial, estilo segue sendo o queridinho dos arquitetos até os dias de hoje

iStock

ColunaCasaEDecoração

A arquitetura moderna surgiu a partir do movimento Modernista – que teve muitos adeptos e inspirou muitos movimentos sociais durante grande parte do século XX – e tem características e símbolos que são usados e apreciados até hoje por muitos profissionais da área.

O estilo surgiu depois da Revolução Industrial quando materiais como aço, ferro e concreto começaram a ser produzidos em larga escala, fazendo com que fossem aproveitados também na construção urbana. Um dos marcos desta transição na arquitetura foi a Torre Eiffel, uma construção de mais de 300 metros em ferro forjado, apresentada na Exposição Internacional de Paris, em 1889.

Porém o maior símbolo deste período foi a Bauhaus, primeira escola de design do mundo, criada em 1919 pelo arquiteto alemão Walter Gropius. Bauhaus é a junção dos termos “bauen” (para construir) e “haus” (casa). A escola foi responsável por grande parte do desenvolvimento da arquitetura moderna. As obras fabricadas na escola eram variadas e usavam materiais pré-fabricados, como ferro fundido e concreto, priorizando a simplificação dos volumes e as linhas retas.

Apesar de ter sido um sucesso e ter revelado grandes nomes da arquitetura e do design, a escola fechou em 1933 por conta da censura e perseguição dos nazistas, pois os integrantes da escola não seguiam as orientações políticas do regime. Com isso, muitos artistas foram se refugiar em outros lugares da Europa, na América do Norte e também na América do Sul.

Muitos consideram que a arquitetura moderna chegou ao seu fim nos anos 70, mas, quando olhamos os espaços urbanos com atenção, sabemos que a arquitetura moderna continua presente, principalmente em espaços públicos e instituições culturais.

Apesar de muitos considerarem o estilo ultrapassado, os cinco pilares desta escola continuam sendo respeitados e valorizados em muitos projetos arquitetônicos. São eles:

●    fachadas sem divisória, tornando um lugar mais aberto ao público e mais democrático;
●    terraço-jardim;
●    espaços sem muitas divisórias, que permitem uma fácil circulação no ambiente;
●    iluminação ampla, com muitas janelas valorizando a luz natural e o ambiente;
●    ambientes integrados que interagem entre si.

 

Arquitetura moderna no Brasil
O Brasil teve grandes nomes que fizeram história no país e são estudados em todas as faculdades de arquitetura, como Lúcio Costa, Oscar Niemeyer e Lina Bo Bardi, a arquiteta do MASP (Museu de Arte de São Paulo).

Nascida em Roma, ela veio para o Brasil durante a Segunda Guerra Mundial quando seu estúdio, em Milão, foi bombardeado. Além do MASP, ela deixou outros pontos turísticos em São Paulo, como o SESC Pompeia e a Casa de Vidro, na qual viveu durante toda a sua estadia no Brasil.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix