Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Segunda-Feira, 10 de Agosto de 2020, 15h:25
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Pesquisa elenca lugares mais perigosos para ir com crianças durante a pandemia

Por Pérola Cattini

Da coluna Bem-Estar
Artigo de responsabilidade do autor

Organização norte-americana elencou níveis de periculosidade para realização de atividades comuns

Divulgação

ColunaBem-Estar

Muitos pais se sentem nervosos em relação a sair de casa com os filhos durante a pandemia do coronavírus. O receio é justificado pelo avanço do coronavírus não ter sido contido no Brasil. Ainda assim, as flexibilizações já são uma realidade em quase todas as cidades brasileiras, exceto pelas que estão impedidas pelos respectivos governos dos estados de prosseguir nas etapas de liberação. Mas, mesmo com a reabertura de parte das atividades, é seguro sair com as crianças?


Para explicar os graus de periculosidade de cada atividade durante a crise sanitária,  a organização norte-americana Texas Medical Association elaborou um ranking em forma de gráfico. A imagem, nomeada como “Conheça o seu risco”, classifica os passeios de 1 a 10, sendo os números mais próximos ao 1 referentes ao baixo risco e os perto do 10 relacionados ao alto perigo.


A classificação foi feita com base na realidade dos Estados Unidos, com dados coletados com a contribuição dos médicos da Força-Tarefa COVID-19 da TMA e de seu Comitê de Doenças Infecciosas. Além disso, leva em consideração que todas as pessoas no ambiente estão tomando medidas de segurança contra o coronavírus.


Mesmo assim, é possível traçar um paralelo entre os dados e a realidade brasileira. Enquanto acampar e receber delivery em casa são atividades de baixo risco, ir a cinemas, estádios ou shows são passeios de alto risco e, se forem feitos, o nível de atenção deve ser maior.


Deste modo, para sair com as crianças, pode-se considerar o espaço do ambiente e a quantidade de pessoas no local. Procurar por itens como “restaurantes perto de mim” pode ser uma alternativa para conseguir ver informações sobre histórico de ocupação, horários de atendimento e disponibilidade de espaços ao ar livre no ambiente.


Veja a listagem completa!

Baixo risco: receber delivery de comida, jogar tênis e acampar.
Risco moderado baixo: frequentar parquinhos infantis por cerca de uma hora, caminhar, correr ou andar de bicicleta com outras pessoas, comer em restaurantes ao ar livre e frequentar um hotel por dois dias.
Moderado: ir à praia, ir ao shopping, churrascos na casa de família, amigos, visitar idosos em suas casas, nadar em piscina pública, levar as crianças para a escola ou creche.
Moderado alto: ir aos salões de beleza e barbearias, comer em restaurantes com salão fechado, jogar basquete ou futebol, viajar de avião, ir a casamentos, manter contato físico com outras pessoas de fora do convívio do lar, como abraços e apertos de mão.
Alto: cinema, igrejas, restaurantes self-service, parques de diversões, estádios de futebol e grandes shows.

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix