Campo Grande Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


Saúde Segunda-feira, 01 de Dezembro de 2008, 13:22 - A | A

Segunda-feira, 01 de Dezembro de 2008, 13h:22 - A | A

MS não atingiu a meta de vacinação contra rubéola

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Mato Grosso do Sul, assim como outras 19 unidades federativas do Brasil, não conseguiu atingir a meta de vacinar 95% das pessoas entre 20 e 39 anos contra a Rubéola. 

A campanha terminou no dia 30 de novembro e o índice de imunizados no estado chegou a 91,68%, o que corresponde a 713.583 dos 778.359 sul-mato-grossenses na faixa etária estabelecida pelo Ministério da Saúde aptos a tomaram a vacina. 

No País, apenas os estados de Roraima (101,19%), Acre (96,98%), Santa Catarina (96,88%), Maranhão (96,93%), Pernambuco (95,49%), Sergipe (95,65%) e Alagoas (95,13%) tiveram êxito na campanha. 

Por orientação do ministério, os municípios que não atingiram a meta devem continuar trabalhando até o fim do ano. Dos 78 municípios de Mato Grosso do Sul, 54 conseguiram alcançar a cobertura vacinal. Confira a relação daqueles que devem continuar com os trabalhos para também obterem sucesso na campanha: 

* Amambai – 94,21%;
* Antonio João – 84,31%;
* Aquidauana – 73,05%;
* Aral Moreira - 82,30%;
* Bandeirantes – 80,75%;
* Bodoquena – 89,97%;
* Campo Grande – 85,31%
* Dourados – 85,12%;
* Figueirão - 81,61%;
* Glória de Dourados - 89,58%;
* Guia Lopes da Laguna - 72,60%;
* Iguatemi – 91,85%;
* Inocência – 93,84%;
* Jaraguari – 68,92%;
* Jardim – 94,79%;
* Ladário – 73,65%;
* Miranda – 76,27%;
* Nioaque – 74,27%;
* Pedro Gomes – 88,60%;
* Ribas do Rio Pardo – 92,65%;
* Rio Negro – 82,73%;
* Rochedo – 90,77%;
* Selvíria – 87,83%;
* Terenos - 60,19%.

A Rubéola é uma doença infecto-contagiosa causada pelo Togavírus. Sua característica mais marcante são as manchas vermelhas que aparecem primeiro na face e atrás da orelha e depois se espalham pelo corpo inteiro. O contágio ocorre comumente pelas vias respiratórias com a aspiração de gotículas de saliva ou secreção nasal. (Notícias MS)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS