Campo Grande Domingo, 16 de Junho de 2024


Rural Segunda-feira, 27 de Maio de 2024, 18:27 - A | A

Segunda-feira, 27 de Maio de 2024, 18h:27 - A | A

Agro solidário

Sistema Famasul com CNA/Senar vai ajudar na recuperaração da agropecuária do Rio Grande do Sul

A parceria, de imediato, anunciou que vai destinar R$ 100 milhões aos produtores rurais

Juliana Rezende
Capital News

Como forma de ajudar o Rio Grande do Sul a se recuperar da catástrofe climática que devastou o Estado, incluindo a produção da agropecuária, o Sistema Famasul, por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul (Senar/MS) vai partir do movimento organizado pelo Sistema CNA/Senar.

“Montamos um comitê central para orientar a realização dos trabalhos na ponta. Precisamos ajudar os produtores rurais. Temos conhecimento técnico e experiência de atuação em outras situações de catástrofes. Não podemos deixar o RS passar por mais sofrimento além de tudo que já estão enfrentando”, afirmou o presidente da CNA, João Martins.

A parceria, de imediato, anunciou que vai destinar R$ 100 milhões aos produtores rurais. A iniciativa inclui a mobilização de profissionais de campo de outros Estados para ajudarem as propriedades atingidas pelas enchentes na retomada de suas atividades.

Nesse primeiro momento ainda está sendo feito o mapeamento das regiões mais críticas, por onde os atendimentos terão início, bem como definidas as especialidades mais necessárias para cada área. A assistência do Senar não se limitará aos produtores assistidos pela instituição. No início da tragédia, a CNA anunciou uma doação de R$ 2 milhões. O Sistema Famasul também organizou campanhas para arrecadação de donativos e recursos que já foram destinados ao Rio Grande do Sul.

Em todo o país, serão mobilizados cerca de 300 técnicos de campo e instrutores atuantes nas mais diversas cadeias produtivas, que terão como missão diagnosticar as áreas com inventário das perdas, fazer manutenção de maquinários, elaborar plano de ação e dar apoio aos produtores rurais no retorno de suas atividades.

João Carlos Castro/Sistema Famasul

Presidente da Famasul participou de abertura da Expocanas 2024

Presidente da Famasul, Marcelo Bertoni.

“MS tem uma extensa rede de técnicos de campo, que atendem a 16 cadeias produtivas. São mais de 400 profissionais, com diversas formações e especialidades e que podem atuar em muitas áreas, desde o planejamento para cada propriedade atingida, até na recuperação de solo, drenagens e contenções. Assim como já damos toda a Assistência Técnica e Gerencial a quase 10 mil produtores, estamos disponíveis e prontos para ajudar os produtores gaúchos nessa importante ação”, destacou o presidente do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni.

A tragédia no Rio Grande do Sul, de acordo com a CNA, afetou diversas culturas de pequenas, médias e grandes produções. O objetivo é que os profissionais de outros estados unam forças às equipes de técnicos e profissionais do Senar/RS e da Farsul (Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Sul), que já estão atuando no atendimento aos produtores rurais.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS